Ação Integrada

Publicado em 18/02/16 às 17:58 | Atualizado em 18/02/16 às 17:58

Olinda realiza ações de combate ao Aedes aegypti nas escolas

Em parceria com o Ministério da Saúde, será montado calendário de visitação às escolas municipais para o combate ao mosquito Amanhã (19), estudantes da Escola Municipal Monsenhor Fabrício participam do programa

Por Clara Albuquerque

Escola Sem Zika em PeixinhosNesta sexta-feira (19), a Prefeitura de Olinda, em parceria com o Ministério da Saúde, inicia seu calendário de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti nas escolas. Trata-se do programa nacional ZIKA ZERO NAS ESCOLAS que, em Pernambuco, tem 161 municípios envolvidos. A primeira ação ocorrerá na Escola Municipal Monsenhor Fabrício, que fica na Avenida Antônio da Costa Azevedo, no bairro de Peixinhos. A partir das 8h, equipes das secretarias de Educação, Esportes e Juventude e Saúde, reunirão cerca de 300 estudantes, nas faixas etárias de 6 a 11 anos, na quadra da escola, para participar de uma palestra educativa com abordagem lúdica sobre o tema.

Na ocasião, Maria Clara, coordenadora do Programa Saúde na Escola de Olinda, se utilizará de material educativo, com o qual a escola será presenteada, para mostrar às crianças as fases do mosquito. “Nossa mobilização também está se utilizando da tecnologia para combater o mosquito. Os estudantes, por exemplo, conhecerão o nosso aplicativo gratuito com orientações para combater os focos da dengue”, explica ela. Os alunos ainda conhecerão o ônibus da Guarda Municipal cujo equipamento contém uma câmera filmadora em alta definição que se movimenta em 360 graus detectando os focos. O equipamento é vinculado ao programa nacional “O Crack é Possível Vencer”. São 21 deles em todo o Brasil.

Após a palestra, 60 agentes de combates às endemias estarão presentes para acompanhar os estudantes a rastrear possíveis focos do mosquito na escola. Eles distribuirão adesivos e panfletos com orientações de como denunciar os focos do mosquito.

CALENDÁRIO – Pelas próximas duas semanas, mais duas escolas receberão a ação do Programa Zika Zero nas Escolas. A iniciativa acontece em bairros notificados através do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). A atividade também inclui a participação dos conselhos escolares das unidades educacionais, bem como dos familiares dos estudantes. “Quem trabalha com educação sabe que os estudantes são grandes agentes multiplicadores. Então, no contexto do município, que possui um total de 184 mil casas, é imprescindível que estimulemos esta conscientização nos estudantes para que reverbere em suas casas”, diz o secretário de Educação Esportes e Juventude, Luciano Moura.

ESCOLAS MOBILIZADAS – Várias escolas, na Rede Municipal de Ensino de Olinda, estão se mobilizando, por iniciativa própria, contra Aedes aegypti. Também, nesta sexta-feira (19), por exemplo, os professores da Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus estarão lançando o Projeto Protagonismo Juvenil: Agente Comunitário Mirim, cujo tema será “Combater o Aedes aegypti é Sagrado”. O projeto terá a duração de dois meses e envolverá cerca de 200 estudantes. As atividades incluem visitação à oficina Dengue, da Fiocruz, no Espaço Ciência; produção de trabalhos em sala de aula; panfletagem e visitas às residências com os agentes de combate às endemias, numa parceria com a Secretaria de Saúde de Olinda. O lançamento está agendado para as 10h e recebe o palestrante Eudes Coutinho, gerente do Centro de Vigilância Ambiental de Olinda, CEVAO.

Tags desta notícia: , , , , , ,