Ação Integrada

Publicado em 01/02/13 às 21:15 | Atualizado em 22/04/13 às 17:10

Prefeitura de Olinda realiza vistoria nas principais casas de shows e boates da cidade

Ação começou na sexta-feira (01) e três estabelecimentos já foram notificados e interditados

Por Carla Amaral

Manicômico Club recebeu recomendações para desativar o fumódromo que funciona dentro do estabelecimento. - Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

Manicômico Club recebeu recomendações para desativar o fumódromo que funciona dentro do estabelecimento. – Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

O Carnaval está chegando e, com a proximidade da festa,  tornam-se ainda mais intensos os eventos realizados em diversos pontos do município, principalmente nas casas noturnas.  Na noite da sexta-feira (01), equipes da Vigilância Sanitária, Controle Urbano e Defesa Civil, com o apoio da Polícia Militar, através da Ciatur,  e da Guarda Municipal iniciaram a fiscalização destes espaços. Na ocasião, três estabelecimentos foram interditados: a Cachaçaria Virgulino, o Manicômico Club e o Luar de Prata.

Os principais problemas encontrados nos locais vistoriados, segundo a Vigilância Sanitária, estavam relacionados com a precariedade  das condições de higiene, a comercialização de alimentos acondicionados inapropriadamente e licenças vencidas. “No Manicômico, por exemplo, fizemos uma vistoria em dezembro de 2012 e constatamos, além das condições higiênicas impróprias, o fato do fumódromo ainda estar funcionando, mesmo com a notificação de que o mesmo deveria ser desativado”, explicou Érica Barroca, coordenadora do plantão  da equipe de fiscalização da Vigilância Sanitária.

O proprietário do Manicômico Club, Walter Meireles, que estava presente no ato da interdição, justificou o fato afirmando que sempre esteve regularizado desde os  primeiros tempos de funcionamento da casa, que já possui 12 anos de existência. “Na segunda-feira, vou buscar os meios para regularizar a situação e receber o alvará, que inclusive,  já dei entrada”, disse o proprietário, ressaltando ainda que o local possuía três saídas de emergência, sinalização adequada e sempre respeitou o limite máximo de lotação.

Com o objetivo de zelar pela segurança e bem estar dos olindenses e de todos os que vêm desfrutar das inúmeras atrações de lazer que a cidade oferece, a ação continuará ocorrendo nos bares, boates e casas de shows da Olinda. “ Queremos a regularização destes estabelecimentos e os mesmos ficarão interditados até a expedição do alvará que lhes dará condições necessárias para o normal funcionamento”, enfatizou Estevão Brito, Secretário de Controle Urbano do Município.

Tags desta notícia: , , , , ,