Ação Integrada

Publicado em 15/08/17 às 16:58 | Atualizado em 15/08/17 às 17:08

Secretário de Saúde de Olinda participa de reunião para discutir combate ao trabalho infantil

O encontro aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho 6ª Região (TRT-PE)

Por alexandrecavalcanti

Trabalho Seguro e Proteção Contra a Exploração do Trabalho Infantil. Essa foi a temática abordada na reunião que ocorreu nesta segunda-feira (14.08), no Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) e contou com a presença do secretário de Saúde de Olinda, Eud Johnson. Na ocasião, o desembargador Paulo Alcântara formalizou o convite para que a Cidade Patrimônio esteja representada no IV Congresso Pernambucano do Trabalho Seguro e o I Congresso Pernambucano de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, que será realizado de 22 a 24 de novembro, no Centro de Convenções de Pernambuco.

O tema do encontro será “O Trabalho na Arquitetura da Civilização e suas Repercussões Físicas e Mentais” e tem como proposta promover uma dinâmica de prevenção de acidentes no trabalho e criar mecanismos para que a sociedade possa discutir essa matéria junto à administração pública e aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O encontro contou ainda com a presença do também desembargador do (TRT-PE), Milton Gouveia; o líder do governo na Assembleia, o deputado Isaltino Nascimento (PSB) e o coordenador de Política de Atenção Integral à Saúde de Olinda, Admilson Machado.

Eud Johnson destacou as ações desenvolvidas pela gestão do prefeito Professor Lupércio, no esforço de coibir e erradicar a exploração do trabalho entre menores de 16 anos que residem no município, a exemplo da manutenção do Espaço de Proteção à Criança e Adolescente: criado para os filhos dos ambulantes e catadores que trabalharam durante o Carnaval na cidade. Além disso, o secretário ressaltou o projeto piloto da Diretoria de Vigilância à Saúde, que tem como propósito criar ações educativas voltadas para os cuidados à saúde dos profissionais de postos de combustíveis.

“É de extrema importância o fortalecimento das parcerias entre essas instituições, aqui envolvidas, para viabilizar a redução dos acidentes o pôr fim ao trabalho infantil”, concluiu.