Ação Integrada

Publicado em 05/01/11 às 9:52 | Atualizado em 13/01/11 às 9:55

Uma nova orla vai surgir em Olinda

Prefeitura do município lança obra da orla marítima nesta sexta-feira (07), às 16h, na beira-mar de Casa Caiada

Por Secretaria de Comunicação de Olinda

Vista aérea da orla de Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce - Foto: Passarinho/Pref.Olinda

Vista aérea da orla de Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce - Foto: Passarinho/Pref.Olinda

Ano novo, nova orla! A Prefeitura Municipal de Olinda assina a ordem de serviço da obra que vai mudar a cara da cidade. O trabalho vai resgatar a orla marítima como belíssima atração natural da Cidade Patrimônio. Será nesta sexta-feira (07), às 16h, na beira-mar de Casa Caiada (por trás do Habib´s), com a presença do prefeito Renildo Calheiros, representantes da Secretaria de Obras do município e do Governo do Estado. Serão investidos 23 milhões, sendo 20 milhões provenientes do Ministério do Turismo e mais 3 milhões do Governo do Estado, para a revitalização e a urbanização das praias de Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce.

Além de recuperar a faixa de terra à beira-mar, tentando conter o avanço das águas, as intervenções prevêem o resgate da área, tornando o espaço mais atrativo para moradores e turistas. Entre os serviços, a obra inclui a continuidade da via litorânea da praia de Rio Doce, do trecho que vai do flat Quatro Rodas até a ponte do Janga (limite com Paulista). Ainda no bairro de Rio Doce, todas as transversais que levam à praia serão pavimentadas. Vão ser construídos banheiros entre Bairro Novo e Casa Caiada, e uma ciclovia margeará toda a orla.

A intervenção a ser executada compreende obras de três naturezas distintas. São elas:

1. No trecho de 3,75 km, entre Bairro Novo e Casa Caiada (a partir da Rua Farias Neves Sobrinho até a Rua Joana D’Arc), serão executadas a implantação e requalificação da ciclovia, readequação da via e dos estacionamentos com travessias de pedestre, redutores de velocidade e sinalização viária, recuperação e implantação de mobiliários urbanos, de equipamentos de esporte e lazer, pista de Cooper, iluminação e banheiros.

2. No outro trecho de 2,5 km, entre Casa Caiada e Rio Doce (a partir da Rua Joana D’Arc até a Ponte do Janga), será implantada uma via litorânea com ciclovia, travessias de pedestre, redutores de velocidade, estacionamentos e sinalização viária. Neste trecho, também serão criados espaços de convivência e práticas esportivas, além da implantação de equipamentos de apoio e mobiliário urbano, banheiros, iluminação e paisagismo.

3. A terceira e última intervenção, essencial como elemento de sustentabilidade da urbanização, é a proteção para contenção do avanço do mar. A recomposição de 33 espigões (espécie de dique) de Bairro Novo já foi realizada.

Com 9 km de extensão, a reestruturação da orla de Olinda será um atrativo especial que, aliado ao Patrimônio Cultural da cidade, fortalecerá a atividade turística com grandes benefícios para a economia local, além de propiciar aos olindenses um lazer mais democrático e limpo.

Serviços que serão executados

  • Readequação e abertura de vias;
  • Implantação de ciclovia;
  • Novos estacionamentos;
  • Travessia de pedestre em nível;
  • Redutores de velocidade;
  • Sinalização viária;
  • Recuperação e implantação de mobiliários urbanos;
  • Novos equipamentos de esporte e lazer;
  • Pista de Cooper;
  • Nova iluminação pública;
  • Quiosques com banheiros;
  • Projeto paisagístico;
  • Drenagem e Esgotamento sanitário;
  • Pavimentação das vias transversais
  • Recomposição dos espigões (diques);
  • Barreiras de contenção do mar.

Tags desta notícia: , , , , , , , , , ,