Geral

Publicado em 27/09/17 às 18:32 | Atualizado em 27/09/17 às 18:35

Conselheiros Tutelares de Olinda participam de palestra para alertar contra crimes cibernéticos

O evento foi ministrado pelo chefe de Comunicação da Polícia Federal, Giovanni Santoro

Por alexandrecavalcanti

Por: Rafaelly Carneiro

O Conselho Tutelar de Olinda promoveu nesta quarta-feira (27.09), no auditório da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (Facho), a palestra Cibercrimes e o uso indevido da internet.  O encontro, ministrado pelo chefe de comunicação da Polícia Federal, Giovanni Santoro, teve o objetivo de orientar os profissionais sobre a prática de crimes cibernéticos.

Estiveram presentes conselheiros tutelares do município, técnicos do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), da Casa de Acolhimento e do grupo Reavivem, que trocaram experiências sobre o tema e discutiram medidas para contribuir na segurança dos jovens estudantes, que são alvo preferidos de quem comete esse tipo de crime.

Para Geovanni Santoro, os professores têm um papel fundamental para educar os alunos e alertá-los sobre o perigo do uso indevido da internet. “Nossos jovens precisam ter maturidade quando for acessar a internet. A consciência digital, independentemente da idade, é o caminho mais seguro para o bom uso da rede”, ressaltou.

O evento também contou com a presença da coordenadora geral do Conselho Tutelar de Olinda, Cláudia Roberta de Moura, que falou da importância de viabilizar segurança em toda rede do sistema de informática, para garantir à população a respeito do uso da internet com postagens de forma errônea por crianças e adolescentes.

Cibercrimes – são práticas criminosas utilizando a internet para ações ilícitas como roubo, chantagem, difamação, calúnia e violações aos direitos fundamentais.