Destaque

Publicado em 11/09/17 às 17:22 | Atualizado em 13/09/17 às 8:50

Professor Lupércio participa de reunião para discutir regularização de comerciantes do município

Além de ações para os estabelecimentos, foram discutidas as necessidades dos moradores e proprietários

Por Nathaly Nascimento

Texto: Marcílio Albuquerque

Mais segurança para os frequentadores e um diálogo ainda maior com os comerciantes de bares e restaurantes de Olinda. Esse foi o compromisso firmado pelo prefeito, Professor Lupércio, em reunião nesta segunda-feira (11), na sede do Comando Geral do Corpo de Bombeiros. O gestor reuniu parte do secretariado para discutir com o órgão medidas voltadas àregularização dos estabelecimentos, incluindo a redução no tempo de emissão de alvarás e demais documentos. Em foco também esteve as necessidades de moradores e proprietários, fazendo valer a vertente turística e de lazer da cidade, sem deixar de lado o cumprimento da legislação.

O comandante-geral, Coronel Manoel Cunha, se colocou a disposição para acompanhar mais de perto as operações realizadas em Olinda, oferecendo também tempo hábil para o atendimento de exigências. As medidas também devem seguir em sintonia com a Polícia Militar. É o caso da Operação Bar Seguro, que tem como foco o combate a diversos crimes, a exemplo do tráfico de drogas e o porte ilegal de armas de fogo. Também estão na mira, a venda de bebidas alcoólicas a menores e os casos de poluição sonora. As adequações físicas e de equipamentos também fazem parte das medidas, não se restringindo apenas ao Sítio Histórico, mas em diversos bairros. O grande objetivo é de que os bares e restaurantes sejam readequados, mantendo assim o seu funcionamento.

“Não podemos deixar de lado o cumprimento das normas que prezam, antes de tudo, pela segurança de todos. O que estamos buscando é a ampliação do diálogo, mudando a maneira de condução. É importante dar a chance para quem busca trabalhar de forma correta”, ressaltou o Professor Lupércio. O vice-prefeito, Márcio Botelho, e os secretários de Patrimônio e Cultura, Gilberto Sobral; de Segurança Urbana, Cel. Pereira Neto; Turismo e Tecnologia, João Luiz; e de Meio Ambiente Urbano e Natural, André Botelho, também participaram do encontro. Uma agenda sistemática deve passar a existir, garantindo correções e a fluidez das ações.