Carnaval de Olinda

Publicado em 24/01/17 às 14:19 | Atualizado em 24/02/17 às 9:58

Corpo de Bombeiros interdita Clube Atlântico e eventos passam a ser realizados na Praça do Fortim

A análise técnica da corporação concluiu que o local oferecia risco estrutural e falta de segurança

Por Aline Soares

O Fortim foi escolhido pela Prefeitura de Olinda como alternativa ao Clube Atlântico. Foto: Daniel Ferreira/Prefeitura de Olinda

A Praça do Fortim do Queijo passa a ser utilizada para realização de prévias e eventos. O local foi escolhido pela Prefeitura de Olinda como alternativa ao Clube Atlântico, após a interdição temporária do espaço pelo Corpo de Bombeiros Militar. Todos os eventos, que estavam previstos no calendário para o equipamento cultural, devem ser realizados no entorno do Fortim.

A Secretaria de Patrimônio e Cultura (SEPAC), ancorada na Lei do Carnaval (5.306/2001), procurou na cidade por um espaço capaz de garantir a realização das prévias com segurança. A Praça do Fortim se tornou uma alternativa viável por ser um local que já era utilizado como pátio de evento.

De acordo com o diretor de Cultura, Fred Nóbrega, o esforço da gestão é não prejudicar os clubes e agremiações que já contavam com o Clube Atlântico para realizar seus eventos, que são tradicionais nesse período de prévias oficiais. “O objetivo é oferecer um local alternativo que possa diminuir o prejuízo cultural e financeiro para a cidade, para os produtores culturais, artistas, comerciantes e os foliões”, esclarece.

A SEPAC e o Corpo de Bombeiros Militar têm acompanhado de perto a utilização da Praça do Fortim pelos produtores culturais, que para garantir a realização dos eventos precisam oferecer acessibilidade e rotas de fuga.

Interdição temporária

O Clube Atlântico foi interditado pelo Corpo de Bombeiros Militar, no dia 04 de janeiro. A análise técnica da corporação concluiu que o local oferecia risco estrutural e falta de segurança e emitiu um laudo com diversas indicações e reparos que habilitarão o equipamento a realizar eventos novamente. Dentre as irregularidades encontradas no local estavam: ausência de longarinas e corrimões, atestado de regularidade e de projeto de incêndio; problemas nas instalações elétricas e estruturais; saídas de emergência obstruídas; falta de extintores de incêndio e inexistência de iluminação de emergência. A Prefeitura de Olinda já está executando  obras no espaço para garantir que o seu funcionamento retorne normalmente o mais breve possível.

Tags desta notícia: , , , ,