Cultura

Publicado em 15/05/17 às 17:42 | Atualizado em 15/05/17 às 17:46

Museu do Mamulengo reabre as portas para população

Há mais de três meses fechado, o local reabre com suas peças originais

Por alicemafra

A Marin dos Caetés, cidade pátria dos bonecos gigantes, é também a sede do primeiro Museu do Mamulengo da América Latina. Com um espaço que acomoda aproximadamente 1.200 bonecos (400 expostos e 800 guardados), antigos e contemporâneos, divididos em alas temáticas, o Museu do Mamulengo Espaço Tiridá foi reaberto nesta segunda-feira (15.05).

O local passou por toda requalificação estrutural e está recebendo a exposição “Estive lá e Voltei”. “Estamos investindo no turismo da cidade, resgatando sempre o que há de melhor”, disse o prefeito de Olinda, professor Lupércio. Passeando pelo museu é possível entrar nas salas temáticas, como a Encantados, que recebe o mundo do sobrenatural, dos Mestres que comporta bonecos do século XIX, a sala dos Costumes que retrata o São João, as manifestações culturais e a Folclórica, que explora o Bumba Meu Boi e outros semblantes nordestinos.

“Aqui mexe com o imaginário, nossa origem é enaltecida quando instrumentos desse tipo são devolvidos ao povo”, revelou o secretário de Patrimônio e Cultura do Município, Gilberto Sobral. Além disso, o espaço conta ainda com auditório, onde serão ministradas palestras e oficinais e um jardim que é usado como área recreativa. A biblioteca está sendo reformulada, mas até o segundo semestre será devolvida ao público. A novidade para a reinauguração do espaço é o funcionamento de um serviço temático e itinerante dedicado ao mestre Salustiano, com mamulengos confeccionado por ele.

“A sensação é de dever cumprido, mas com a certeza de que o trabalho está só começando e que não vai parar”, conta o diretor do museu, Luciano Borges. “Às vezes eu não acredito que tudo saiu do papel”, completa. Um dos maiores desafios foi à restauração das peças. Verificar suas cores, seu tipo de pintura e tecido fizeram parte do processo.

O Tiridá tem como missão atual disseminar as várias manifestações do conhecimento popular fazendo com que mais pessoas possam ter acesso a ele. É também uma proposta da administração levar várias escolas da Rede Municipal ao longo do ano, sendo mais uma forma de ensino.

O espaço foi inaugurado em 14 de dezembro de 1994, funcionou inicialmente na Rua do Amparo, mas atualmente está instalada na Rua de São Bento nº 344, Ribeira, Olinda.