Defesa Civil

Publicado em 26/05/17 às 15:52 | Atualizado em 29/05/17 às 18:28

Defesa Civil de Olinda apresenta Plano de Contingência para combate às chuvas de inverno

Em casos de emergência, a ação pretende controlar e minimizar as consequências no período chuvoso com ajuda de outras secretarias

Por pedropaulo

Por Leonam Pereira

Os meses de maio e junho são os mais chuvosos na Região Metropolitana do Recife. Para prevenir e minimizar os efeitos no período, todas as secretarias da Prefeitura de Olinda se reuniram para discutir o Plano de Contingência, para alinhar estratégias que ajudarão, em uma situação de emergência, a controlar casos de alagamentos e desabamentos.

A partir de 60 mm de precipitação de chuva contínua é deflagrado o alerta máximo para atuação do Plano de Contingência. Nestes casos, as secretarias do município e os órgãos públicos trabalharão em ação coletiva distribuindo as tarefas para executar a situação de emergência em tempo hábil.

“É necessária uma ação conjunta de todas as secretarias no plano de contingência, pois iremos prevenir os danos que podem ser causado pela catástrofe. Nosso objetivo é mitigar riscos e preparar as equipes para uma atuação eficaz em desastres”, destacou a secretária de Obras de Olinda, Simone Lucchese.

O plano foi apresentado por Lucchese e pelo secretário executivo da Defesa Civil, Cristiano Arruda. Além do prefeito Professor Lupércio e do vice-prefeito, Márcio Botelho, participaram da reunião secretários e representantes da Guarda Municipal.

Operação Inverno – Na operação contra o inverno estão sendo realizados vários trabalhos preventivos nos bairros do município, como: implantações de Núcleo de Proteção e Defesa Civil (NUPDEC) nas localidades; monitoramentos diários dos pluviômetros, que ficam localizados nos bairros de Ouro Preto e Varadouro; limpeza de escadarias, micro e macro drenagem com apoio da Secretaria dos Serviços Públicos; erradicação e poda de árvores em risco; monitoramentos dos pontos de risco, remoção ou alerta à população das áreas de risco. As equipes responsáveis pelo trabalho também alertam à população quanto ao risco de doenças infectocontagiosas no período chuvoso; colocam lonas plásticas, diariamente, nos pontos de risco, fazem desratização, prevenção à dengue e leptospirose, vacinam cães e gatos, entre outras medidas.

NUPDEC – O Núcleo de Proteção e Defesa Civil (NUPDEC) é formado por um grupo comunitário organizado em um distrito, bairro, rua, edifício, associação comunitária ou entidade que participa de atividades da Defesa Civil como voluntário. O objetivo é promover uma conscientização e consequente mudança cultural, no que diz respeito à relação Governo e comunidade, mediante reflexões e ações efetivas de parceria no tocante ao aspecto da segurança e qualidade de vida; estimular a participação dos indivíduos nas ações de segurança social e preservação ambiental, entre outros.

“O NUPDEC é uma forma de estreitar a comunidade à Defesa Civil. Às vezes, o morador não sabe da real situação do risco e nós, através do NUPDEC, passamos e informamos nas palestras o que devem fazer para evitar um acidente”, explicou o secretário executivo da Defesa Civil, Cristiano Arruda.

Foram implantados oito NUPDEC’s, que são pontos de apoio da Defesa Civil no município. A previsão é de criar  30 núcleos no município.

Pontos de NUPDEC:

– NUPDEC – Alto da Macaíba, em Alto da Bondade.

– NUPDEC – Rua da Linha, em Alto da Bondade.

– NUPDEC – Córrego do Abacate, em Águas Compridas.

– NUPDEC – Alto do Cajueiro, em Águas Compridas.

– NUPDEC – Alto da Conquista.

– NUPDEC – Alto do Sol Nascente.

– NUPDEC – Alto da Manguba, em Caixa d´Água.

– NUPDEC – Rua Dom Ivo, em Caixa d´Água.