Destaque

Publicado em 19/10/17 às 17:58 | Atualizado em 19/10/17 às 17:58

Após ajuda da Prefeitura, ponto de coleta de recicláveis cresce e contribui com o meio ambiente em Cidade Tabajara

Espaço conta com apoio da comunidade para melhorar produção

Por pedropaulo

Fotos: Maíra Correia/Prefeitura de Olinda

Uma equipe composta por quatro batalhadores faz um bonito trabalho de reciclagem em Olinda, mais precisamente na Avenida Dinamarca, 225, Cidade Tabajara. A atual gestão da Prefeitura Municipal auxiliou com a entrega de um contêiner para facilitar o trabalho do grupo, composto pelos casais João Severino da Silva e Ana Cláudia Pereira, e Joana D’Arc Pereira da Silva e Lenílson Luiz da Silva.

O espaço era usado como ponto crítico pelos moradores. Porém, com o contêiner cedido pela prefeitura, a quantidade de lixo diminuiu. Antes da entrega do contêiner, o terreno foi recuperado também pelo órgão, além de troca de lâmpadas dos postes da rua e pintura do meio-fio.

“O contêiner auxiliou muito, agradecemos a Prefeitura pela ajuda. Estamos há muito tempo na batalha e esse auxílio foi fundamental. Diariamente, antes de começar a jornada, perdíamos algumas horas para limpar todo lixo que era jogado. Hoje, a população ajuda. Por exemplo, durante a semana, uma moradora confessou que iria descartar uma geladeira no rio, porém lembrou do nosso grupo e trouxe pra cá. Agora podemos reaproveitar o motor, as portas e vamos fazer dinheiro com isso. Preserva o meio ambiente e nos ajuda”, destacou Ana Cláudia.

O grupo lamenta não contar com o apoio de grandes centros de reciclagem. “Nosso material é vendido aos pequenos, que vendem por preços maiores aos grandes”, pondera João Severino. Mas, com a ajuda da Prefeitura e da população, eles acreditam que dias melhores estão por vir. “No início, tivemos que mostrar para a população que não éramos invasores, a Prefeitura está com a gente, temos autorização. Hoje, todos nos apoiam. A comunidade nos ajuda, nos passa o lixo reciclável, como papelão e garrafas pet”, acrescenta.

Moradora do bairro, a dona de casa Rosilene Ribeiro festeja a presença do grupo no bairro. “Esse terreno antes contava com restos de animais, era um cheiro insuportável. Também era ponto de droga. Hoje, tornou-se uma grande oportunidade de emprego para eles. Os quatro nos ajudam, e nós os ajudamos, com doação dos materiais”, destacou.

Sorteio

Para estimular a doação dos materiais recicláveis, o grupo sorteia, mensalmente, brindes para os parceiros. No ato da entrega do lixo, a pessoa recebe um cupom e acontece um sorteio. O próximo será no dia 30 de novembro, com o liquidificador como prêmio.

Os interessados em ajudar o grupo devem entrar em contato nos telefones (81) 9.8598-6675 ou 9.8377-1627. Eles desejam auxílio com máquina de prensa elétrica; cobertura no ponto de coleta, já que estão expostos ao sol ou chuva diariamente; transporte para coleta do material, entre outros. “Qualquer tipo de ajuda é bem-vinda”, comentou Joana D’Arc.