Destaque

Publicado em 08/08/17 às 15:11 | Atualizado em 09/08/17 às 11:08

Catadores do Aterro de Aguazinha receberão curso de empreendedorismo

Grupo de 70 pessoas fará parte de cooperativa de reciclagem

Por Natália Catarina

Texto: Juliana Nascimento

Foto: Rodrigo de Castro/ Secretaria de Meio Ambiente

Após ser anunciado o fim das atividades no Aterro de Aguazinha, a Secretaria de Meio Ambiente de Olinda em conjunto com outras secretarias municipais já começou nesta terça-feira (08.08) o processo de capacitação dos mais de 70 catadores cadastrados. O objetivo da inciativa, oferecida gratuitamente, é de inseri-los em grupos organizados, como a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis (Coocencipe). A equipe de Educação Ambiental da prefeitura irá disponibilizar capacitação nas áreas de coleta seletiva, eco empreendedorismo ambiental, oficinas de agricultura familiar, entre outros treinamentos.

Em parceria com a atual gestão desde o início do ano, a (Coocencipe) é fundamental para essa articulação com os catadores. “É importante essa parceria para incentivar o emprego e renda e destinar materiais recicláveis em locais apropriados”, ressalta o coordenador da instituição, Mauro Paulino.

O Governo Municipal vai oferecer também atendimento aos filhos dos catadores para cadastrá-los, posteriormente, em programas sociais, como o Bolsa Família.

“Nossa ideia aqui é levar serviços para os catadores e deixá-los amparados para se tornarem empreendedores e também atendimento à saúde dessas pessoas que viviam em situações mais vulneráveis trabalhando no aterro”, explicou o diretor de Planejamento de Educação Ambiental, Cristiano Carrilho.

O monitoramento do trabalho de preparação dos catadores será realizado por dirigentes das Secretarias de Meio Ambiente; Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos; Serviços Públicos; Saúde e de Educação.