Destaque

Publicado em 08/06/17 às 14:08 | Atualizado em 08/06/17 às 14:08

Crianças se unem em Olinda pela preservação dos oceanos

Movimento na orla de Bairro Novo promoveu um mutirão de limpeza da praia, além de contar com apresentações e a distribuição de materiais informativos

Por Marcilio Albuquerque

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com um abraço simbólico e até uma animada roda de ciranda, a criançada chamou a atenção na orla de Olinda para a importância de manter a praia limpa. Um grande mutirão de recolhimento de lixo, no Bairro Novo, marcou o Dia Mundial dos Oceanos, comemorado nesta quinta-feira (08.06), dentro das atividades da Semana do Meio Ambiente na cidade. Os banhistas e frequentadores receberam material informativo e também foram alertados sobre o problema do descarte irregular de resíduos no mar e na areia, representando poluição e a morte de espécies marinhas.

O time animado, com meninos e meninas com idades entre seis e dez anos, faz parte da Escola Dona Brites de Albuquerque, e se reuniu na tenda montada no calçadão, próximo a praça do antigo quartel do Batalhão da Polícia Exército. Arte-educadores distribuíram sacolas biodegradáveis e promoveram atividades lúdicas, envolvendo também os pais e educadores. Quem circulou pela área aprovou a iniciativa. “Acho muito importante esta conscientização, algo que deve começar desde a infância”, opinou a dona de casa Selma Vieira, 44, que reside próximo e interrompeu a caminhada diária para acompanhar o movimento.

A hora de colocar o pé na areia foi a mais aguardada pelos pequenos, que se dividiram em grupos para recolher garrafas plásticas, papéis, copos, latinhas, entre outros, todos lançados indevidamente ao longo da faixa da praia. Os banhistas logo se juntaram ao mutirão e, em pouco tempo, o material encontrado já formava uma certa quantidade de sacos de lixo. Para eles, uma realidade que precisa deixar de existir. É o que pensa Gabrielly Larissa, de 8 anos, aluna do 3º ano do Ensino Fundamental. “Não podemos fazer mais isso. Os peixes morrem e a água fica suja para a gente brincar”, lamentou. Para João Victor, 7, a essência era a mesma. “O oceano é para todos, vamos cuidar”, disse.

De acordo com a bióloga da Secretaria de Meio Ambiente Urbano e Natural, Rosany Locio, as ações de sensibilização são fundamentais. “Acabam atraindo as pessoas a acompanhar a situação mais de perto. O que as crianças aprendem, logo é transmitido para os seus amigos e familiares”, afirmou. A atividade foi realizada em parceria pela Prefeitura de Olinda e a Suez, grupo francês de soluções ambientais e que lidera o Consórcio Nova Olinda. O pacote, junto a Compesa, está voltado também para a melhoria do abastecimento de água em 16 bairros da cidade.

Segundo levantamento, mais de 8 milhões de toneladas de resíduos vão parar todos os dias dentro dos oceanos. Neste quantitativo, cerca de 80% é composto de plástico, material que leva centenas de anos para desaparecer. Para a professora que acompanhou as crianças, Simony Valéria, o comprometimento hoje é muito importante. “Conseguimos assim estimular novos hábitos e transformar o futuro”, disse. A Semana do Meio Ambiente, com o tema “Olinda: conhecer para preservar”, segue com atividades em diversos pontos da cidade.

 

Fotos: Sandro Barros/Prefeitura de Olinda