Desenvolvimento Econômico

Publicado em 18/08/17 às 17:26 | Atualizado em 18/08/17 às 17:28

Prefeitura de Olinda e Governo Federal discutem melhorias para o município

Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnologia da cidade apresentou projeto de restruturação de mercados públicos ao ministro de Minas e Energia

Por pedropaulo

Fotos: Maíra Correia/ Prefeitura de Olinda

Mais eficiência e menos custos. A frase resume a ideia do Projeto de Reestruturação dos Mercados Públicos apresentado nesta sexta-feira (18.08), elaborado pela Secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia de Olinda, ao ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho. Além da utilização de contêineres marítimos, foram discutidos assuntos sobre a popularização do uso da energia solar na cidade. A reunião foi realizada na sede da Prefeitura do município.

O material apresentado no projeto tem como objetivo a reestruturação dos mercados públicos de Peixinhos e de Caixa D’Água. O planejamento visa reduzir o preço final da obra em cerca de 30% em comparação com os métodos tradicionais, além de ter mais velocidade. No âmbito sustentável, a reutilização dos contêineres na arquitetura transforma este material de entulho em matéria-prima base para a construção civil, permitindo projetos diferenciados e modernos.

“O ministro ficou bastante receptivo a ideia, até porque os contêineres que saem do uso do transporte de mercadorias terminam se tornando um problema ambiental. Ele é descartado no meio ambiente, começa a jogar ferrugem, vira foco de mosquito da dengue, e a companhia siderúrgica tem dificuldade de desmanchá-los por conta do elevado gasto de energia. Estamos oferecendo essa solução, é um equipamento que vai dar conforto para os feirantes.”, explicou o secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia, João Luiz.

A ideia é que os contêineres sejam mais seguros, por serem de aço, além de ter mais duração, menor custo e mais velocidade da organização das feiras e mercados públicos. “Sabemos que as áreas no entorno desses mercados tinham muitos transtornos. Aquilo foi resolvido, mas pretendemos melhorar ainda mais com os contêineres. Isso vai servir de modelo para outros mercados”, comemorou o prefeito Professor Lupércio.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, mostrou-se interessado no projeto.  “Foi apresentado um modelo interessante, que eu não conhecia, são mais baratos e mais rápidos. Uma alternativa bastante criativa. Naquilo que pudermos ajudar, estamos à disposição”.

Outros pontos discutidos na reunião

Além do projeto de reestruturação dos mercados públicos, a visita do ministro a Olinda teve o Seminário Católico da cidade como pauta. Após demanda do arcebispo Dom Fernando Saburido, o Governo Federal já está em contato com empresas para, em breve, iniciar o restauro do local.

“Com apoio de recursos da Lei Rouanet, pretendemos recuperar e restaurar o Seminário. A expectativa é que, ainda em setembro, a gente possa vir com os representantes das empresas até Olinda para anunciar os investimentos iniciais. Já temos aprovada, junto ao Ministério da Cultura, a captação de recursos na ordem de R$ 3 milhões”, disse Bezerra.

O terceiro ponto abordado foi a viabilização de projetos para popularização do uso da energia solar nos conjuntos habitacionais. “A gente tem estudado isso para poder replicar em todo País. O módulo solar ainda tem um custo dentro do Minha Casa, Minha Vida. Esperamos que, quando case o orçamento, comecemos a ter novos projetos habitacionais já com a placa solar”, encerrou o ministro.