Destaque

Publicado em 27/10/17 às 12:30 | Atualizado em 27/10/17 às 12:33

Recadastramento dos táxis de Olinda começa nesta segunda e veículos ganham nova identidade visual

Para que o cadastramento seja concluído, o motorista deve apresentar o veículo com os novos adesivos de identificação

Por mariliabanholzer

Os táxis dão adeus às faixas vermelhas e ganham nova identidade. Foto: divulgação

Começa nesta segunda-feira (30) e termina no dia 1º de dezembro o prazo para recadastramento dos táxis de Olinda. Ao todo, a Secretaria de Transportes e Trânsito do município conta com 806 permissionários registrados. O calendário de recadastramento prevê que 30 taxistas sejam atendidos por dia. O primeiro grupo que deve se apresentar à gestão municipal é formado pelos taxistas dos números 01 a 090, nos dias 30.10, 31.10, e 1º.11. Em seguida é a vez daqueles com as identificações de 91 a 240, entre os dias 06.11 e 10.11 (ver calendário abaixo).

O recadastramento é feito na Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda, na Rua do Bonsucesso, nº 306, bairro do Bonsucesso. No período da manhã, no horário das 8h às 12h30, os permissionários devem apresentar a documentação exigida e receberão o boleto para pagamento das taxas – R$ 70,08 para o motorista ou 90,56 para o caso de motorista auxiliar. Já no horário da tarde, das 14h às 17h, os motoristas devem voltar à STT e apresentar o boleto quitado, para poderem receber a carteira anual e submeter o veículo a uma vistoria.

DATAS TP
De 30/10 a 01/11/2017 01 a 090
De 06/11 a 10/11/2017 91 a 240
De 13/11 a 17/11/2017 241 a 360
De 20/11 a 24/11/2017 361 a 510
De 27/11 a 01/12/2017 511 a 660
De 04/12 a 08/12/2017 661 a 806

NOVA IDENTIDADE VISUAL – Os táxis cadastrados em Olinda estão mudando de visual. Para que o cadastramento seja concluído, o motorista deve apresentar o veículo com os novos adesivos de identificação. A partir de agora, a faixa vermelha será substituída pelas cores azul e amarelo, presentes no brasão da bandeira da cidade. A ideia da gestão municipal é atualizar o layout e reforçar o sentimento de orgulho pela cidade usando suas cores características. Para realizar a mudança, os permissionários devem procurar as empresas credenciadas pelo Sindicato dos Taxistas de Olinda.

– Documentação necessária a ser apresentada:

1. Permissionário (proprietário do veículo):
• Carteira Nacional de Habilitação – CNH na categoria B, com anotação de Atividade Remunerada (original e cópia);
• Certidão Negativa Militar (original até 46 anos);
• Quitação eleitoral e Certidão Negativa Eleitoral do Município de Olinda (original);
• Comprovante de inscrição CIM como motorista de Táxi (original e cópia);
• Comprovante de residência em Olinda (em nome do Permissionário. Ex.: conta de água, luz ou telefone fixo)(original e cópia);
• Certidão Negativa da Comarca de Olinda (original);
• Certidão Negativa Federal (original);
• Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV atualizado (original e cópia);
• Comprovante de aferição atualizada do taxímetro pelo IPEM (original e cópia);
• Declaração de Regularidade de Contribuição Individual (INSS) para taxista ou Declaração do Sindicato;
• Declaração do Permissionário que não exerce cargo público de qualquer natureza;
• Duas fotos de identificação coloridas, no tamanho 3 X 4;

2. Motorista Auxiliar:
• Carteira Nacional de Habilitação – CNH na categoria B, com anotação de Atividade Remunerada (original e cópia);
• Certidão Negativa Militar (original até 46 anos);
• Quitação eleitoral e Certidão Negativa Eleitoral do Município de Olinda (original);
• Comprovante de inscrição CIM como motorista autônomo (original e cópia);
• Comprovante de residência em Olinda (em nome do motorista auxiliar). Ex.: conta de água, luz ou telefone fixo)(original e cópia);
• Certidão Negativa da Comarca de Olinda (original);
• Certidão Negativa Federal (original);

Tags desta notícia: , , , , , ,