Educação

Publicado em 07/11/17 às 11:13 | Atualizado em 07/11/17 às 11:17

Aula de Espanhol regada com muita cultura e costumes

Os estudantes se engajaram e se envolveram na decoração, na maquiagem e festejaram muito.

Por Secretaria de Comunicação de Olinda

Por Pattricia Viviane

Além de um dia de lembranças e saudade, o dia de Finados pode ser também um dia de festa, pelo menos em outros países, onde o 2 de novembro é celebrado com música, fantasias, apresentações teatrais, caveiras bem simpáticas e muita alegria.
E foi assim que os estudantes do curso de Espanhol do NTECI – Núcleo de Tecnologia Educacional, Comunicação e Idiomas  de Olinda  vivenciaram um pouco da cultura mexicana, através de uma aula especial celebrando o Dia dos Mortos.

Foi possível conhecer os costumes desta data, que diferente do nosso país, e encarar com alegria o tema. Do dia 31 de outubro a 2 de novembro, os mexicanos comemoram a visita dos seus entes queridos e os “recebem” com comidas, bebidas, música e muitas cores. “Conhecer a cultura do outro é importante e ao estudar uma língua estrangeira, devemos estar abertos ao novo, ao diferente, eliminando qualquer preconceito,” afirmou a coordenadora pedagógica do Curso, Fabíola Melo. Os estudantes se engajaram e se envolveram na decoração, na maquiagem e festejaram muito.

*FIQUE POR DENTRO*

​ –

O Día de Muertos (Dia dos Mortos) mais conhecido é o mexicano, onde a comemoração começou antes da chegada dos colonizadores espanhóis. Por lá e em alguns países da América Central e em comunidades dos EUA (onde há grande concentração de população com origem mexicana ou centroamericana) a festa acontece nos dias 1 e 2 de novembro, coincidindo com as celebrações católicas dos dias de Todos os Santos (1) e Finados (2).
A festividade mexicana é declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) .