Educação

Publicado em 29/09/09 às 17:36 | Atualizado em 29/09/09 às 17:46

Escolas expõem experiências do Mais Educação de Olinda

A exposição das experiências do programa foi realizada nesta terça-feira (29), no auditório da Secretaria de Educação

Por Ana Paula Gomeze

Escolas expõem experiências do Mais Educação de Olinda

Foto: Passarinho/Pref.Olinda

“Aproximar a prática ao discurso é um desafio na educação,mas em Olinda a “quebra dos muros” que impedem a integração do ambiente escolar com a vida fora dele é uma realidade que ganhou força no Programa Mais Educação”, declarou a diretora da Escola Brites de Albuquerque, Carla Layne, durante a Primeira Exposição das Experiências do programa desenvolvido no município, realizada nesta terça-feira (29), no auditório da Secretaria de Educação de Olinda.

O evento, que foi marcado pela emoção de professores, alunos e equipe técnica da secretaria, reuniu estudantes de 15 das 36 escolas municipais que aderiram ao programa na cidade. Cada escola apresentou “os frutos” de seis meses de jornada integral. Foram desde mudas de plantas, a apresentações de taekwondo, coco, coral e diversas atividades desenvolvidas no contra turno das unidades de ensino.

Em Olinda, o Mais Educação começou em dezembro de 2008 com 20 escolas e cerca de 4.500 alunos atendidos. Atualmente a cidade já conta com 36 escolas e mais de 20 mil alunos participando do programa. Mais sete escolas já estão autorizadas pelo MEC para aderir ao programa no município. A perspectiva é que cerca de 30 mil alunos sejam beneficiados com a jornada integral a partir do próximo mês.

O Programa Mais Educação (Portaria Interministerial nº 17/2007) é uma iniciativa do Governo Federal que tem como prioridade contribuir para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens, articulando diferentes ações, projetos e programas nos Estados, Distrito Federal e Municípios, em consonância com o projeto pedagógico da escola, ampliando tempo, espaços e oportunidades. A Educação Integral constitui ação estratégica para garantir atenção e desenvolvimento integral às crianças, adolescentes e jovens.

Notícias relacionadas:

Tags desta notícia: , ,