Destaque

Publicado em 15/09/17 às 17:03 | Atualizado em 15/09/17 às 17:03

Atual gestão municipal de Olinda resgata tradição dos jogos escolares

Evento deve mobilizar cerca de três mil alunos

Por Nathaly Nascimento

Por Pattricia Viviane

Fotos: Sandro Barros/ Prefeitura de Olinda

Depois de dez anos, os alunos matriculados nas escolas da rede municipal de Olinda voltam a ter a oportunidade de participar de competições esportivas. A Secretaria de Educação lançou nesta sexta-feira (15.09) a I Olimpíadas Escolares e Jogos Populares da cidade. A expectativa é de que três mil alunos façam parte das disputas. As inscrições para os confrontos serão realizadas de 18 a 29 deste mês, das 8 às 12h e das 14 às 17h30, na Vila Olímpica de Rio Doce. Os duelos acontecerão em outubro.

Serão quatro semanas de jogos nas modalidades de futsal, handebol, voleibol, basquetebol, atletismo, natação, xadrez, tênis de mesa, judô e futebol. Os colégios Nova Olinda e Santa Emília, a Vila Olímpica e o Grito da República serão os locais dos confrontos. Os alunos com deficiência irão participar dos jogos inclusivos. Segundo o coordenador do evento, Sérgio Santos, a ideia é avaliar como os jovens especiais podem ser incluídos nas atividades esportivas para desenvolver as potencialidades.

Na Vila Olímpica de Rio Doce acontecerão brincadeiras como: barra-bandeira, bambolê, cabo-de-guerra, academia, peteca, corrida de saco, corrida com ovo na colher, queimado, pipa e muito mais.

“É muito bom reviver nossa infância e saber o quanto fomos felizes. O esporte é um elemento de resgate e inclusão social”, pontuou o gestor. Durante seu pronunciamento, o prefeito anunciou a proposta que os Jogos Populares em Olinda, se transformem em “Domingo da Vila”, ou seja, um trabalho permanente envolvendo não apenas os alunos, mas toda a sociedade.

De acordo com o secretário executivo de Esportes, Chiquinho, as Olimpíadas Escolares não acontecem há uma década no município. “A nossa medalha de ouro vai para o trabalho de socialização de todas as crianças neste evento. Pois o esporte é uma ferramenta que temos nas mãos, basta a gente saber como utilizá-la e lutar para que todas as crianças tenham a mesma oportunidade. O Esporte molda,  aponta uma diretriz e forma o cidadão”, finaliza o secretário.

Este slideshow necessita de JavaScript.