Esporte

Publicado em 18/09/17 às 15:30 | Atualizado em 18/09/17 às 22:53

Olinda reuniu mais de 600 atletas durante Campeonato Brasileiro de Artes Marciais

O sábado (16) foi destinado ao karatê e o domingo (17) ao Muay thai e kickboxing

Por Natália Catarina

O fim de semana na Vila Olímpica de Rio Doce foi marcado por muitas disputas e apresentações de 600 atletas, de cinco a 70 anos, durante o XXV Campeonato Brasileiro de Artes Marciais. Em meio a golpes e katas – sequências de movimentos de ataque e defesa, o sábado foi destinado aos lutadores de karatê de Pernambuco, Tocantins, Pará e São Paulo.

Professor Lupércio, gestor da cidade e faixa preta em karatê, participou da solenidade de abertura do Campeonato enfatizando a importância do evento. “Fui aluno do professor Gerson Botelho desde adolescente e me encantei pelo karatê. É uma honra ter um evento desse porte na nossa cidade e ver crianças, jovens e adultos, participarem e competirem com um espírito de atleta”, pontuou Lupércio, ressaltando o nome do seu mestre, organizador do Campeonato e Presidente da Federação Pernambucana de Artes Marciais. O prefeito foi convidado a subir no tatame e simular luta de karatê com um atleta de cada Estado presente.

Pernambuco saiu como campeão e levou o troféu de primeiro lugar para casa, fazendo a festa na Vila Olímpica. O Estado do Pará foi vice-campeão e São Paulo ficou na terceira colocação. No domingo o ringue foi montado para os lutadores de Muay thai e kickboxing competirem e garantir medalhas. Com golpes e chutes nos adversários, Pernambuco levou a melhor e garantiu o troféu de primeiro lugar nas duas modalidades. Pará subiu no segundo lugar do pódio e Bahia e Mato Grosso empataram, ficando com o terceiro lugar.

Este slideshow necessita de JavaScript.