Destaque

Publicado em 24/03/17 às 12:33 | Atualizado em 24/03/17 às 12:33

Estudantes de Olinda debatem sobre discriminação racial e o empoderamento da mulher

Por alicemafra

“Precisamos lembrar sempre que toda mulher é uma rainha”. Com esse discurso a coordenadora da Mulher de Olinda, Deise Constantino, abriu mais um dia de ações alusivas ao mês da mulher na cidade. Com o apoio da Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial, uma roda de diálogos foi promovida na Escola Estadual Guedes Alcoforado, no bairro do Varadouro, para os alunos do ensino médio. O trabalho foi realizado nesta terça-feira (21.03).

Com ênfase no dia Internacional da Eliminação da Discriminação Racial e o Empoderamento da Mulher, as palestras trouxeram para os jovens dos 1º, 2º e 3º anos assuntos como violência, doenças sexualmente transmissíveis, além de dicas de beleza e vida saudável. “É bom ver esse pessoal bem jovem se engajando com uma causa tão importante e se tornando cidadãos empoderados”, comentou a secretária executiva da mulher Verônica Brayner.

“Desde cedo eles vão se tornando cidadãos mais informados e prevenidos de problemas que acontecem na sociedade. Apesar da pouca idade, muitas meninas já são vítimas de violência em casa e na rua, muitas sofrem e não sabem a quem recorrer, esse tipo de evento mostra que elas não estão sozinhas” conta o diretor da escola Ézio Ferreira.

A recepção dos participantes não podia ter sido melhor, muitos se viram representados ali. “Adorei as temáticas, principalmente as relacionadas aos cuidados com os cabelos”, afirmou a estudante de 15 anos, Mônica Regina. As dicas de beleza ficaram por conta de Iranir Santana, responsável pelo Salão Étnico Aláfia e Negra Dani que trabalha com turbantes e brincos.

print