Meio Ambiente

Publicado em 13/02/17 às 13:00 | Atualizado em 13/02/17 às 13:00

Parceria com cooperativa de catadores facilita trabalho de reciclagem e previne acúmulo de lixo nas ruas de Olinda

Materiais reciclados podem ser coletados pela cooperativa na casa dos moradores através de agendamento por telefone

Por Ismaela Silva

Fotos: Weverton Mello

Reciclar lixo no município de Olinda está mais fácil agora, graças à parceria da Prefeitura com a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis (Coocencipe). Os moradores que tiverem material reciclável separado podem chamar a Coocencipe para buscar tudo em casa. Desde latas, garrafas e papelão, até móveis velhos podem ser recolhidos nas residências, são os chamados “materiais secos”. A coleta pode ser feita tanto em residências individuais como em prédios e até mesmo condomínios inteiros, através da solicitação dos moradores. Para entrar em contato com a instituição, basta ligar no telefone 3432-4751 ou pelo WhatsApp 9 9658-4497 e falar com a presidente Edileide Amaral.

Móveis também podem ser coletados nas residências

Para o funcionamento da Cooperativa, a Prefeitura de Olinda cedeu o prédio onde são reunidos os materiais e o caminhão utilizado para o transporte, que também conta com três bicicletas equipadas para a coleta, as chamadas “Ciclolix”, quatro carroças e cerca de 15 carrinhos de metal. “Lutamos muito para conseguir essa parceria, a cooperativa existe há 12 anos, mas estava parada. Se não fosse isso, iríamos ter que alugar um espaço pra funcionar. Chegamos a vender o nosso caminhão no ano passado para pagar contas”, conta a presidente da cooperativa Edileide Amaral.

Hoje pelo menos 300 catadores olindenses estão cadastrados para vender os materiais para a Coocencipe, que consegue reunir cerca de 500 kg de recicláveis por semana. Os catadores da cidade que se interessarem em se cadastrar podem se dirigir ao Eco Ponto que funciona no galpão da Coocencipe, na Rua Acácia, Ilha de Santana, em Jardim Atlântico.

A cooperativa também atua com a coleta de lixo para reciclagem nas ruas, praças e na praia, especificamente no trecho que compreende toda a orla marítima até o bairro de Rio Doce.

Tags desta notícia: , , , , , ,