Destaque

Publicado em 17/02/17 às 12:56 | Atualizado em 17/02/17 às 12:59

Famílias de Olinda se preparam para receber as chaves da casa própria

Cento e vinte e oito famílias serão beneficiadas com a primeira etapa do Conjunto Residencial Cuca Legal, em Jardim Brasil II. Os futuros moradores assinaram contratos com a Caixa Econômica Federal.

Por Marcilio Albuquerque

Foto: Weverton Mello/PMO

Vida nova para 128 famílias de Olinda beneficiadas com a primeira etapa do Conjunto Residencial Cuca Legal, localizado no bairro de Jardim Brasil II. Nesta sexta-feira (17.02), os futuros moradores participaram de um encontro para a assinatura dos contratos com a Caixa Econômica Federal. É o último passo para receberem os sonhados apartamentos, com a entrega das chaves programada para até o fim do mês. O habitacional é fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura de Olinda e o Ministério das Cidades, com o proposito de transformar a história de quem mais precisa.

Os beneficiados antes habitavam em condições precárias, às margens de canais e, até mesmo, dentro de lixões irregulares. O empreendimento é o primeiro de Olinda na modalidade integral do Minha Casa, Minha Vida, abrindo caminho para outros que virão. A doméstica Luzinete Aparecida, 49 anos, não conseguiu conter a alegria ao receber o documento. “Sofríamos com a água entrando dentro de casa e destruindo tudo o que encontrava pela frente. Foram tempos difíceis, mas agora tudo será diferente”, revelou, ao lembrar do antigo barraco de madeira.

As unidades são dotadas de 40 metros quadrados, sendo distribuídas em dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço. Todos serão entregues já com cerâmica, com a utilização de materiais de primeira qualidade. Na área comum, os moradores também vão poder contar com um espaço de lazer e uma quadra de esportes. De acordo com a secretária de Obras da cidade, Simone Lucchese, uma creche também será construída, atendendo as mães que precisam trabalhar. “O conjunto representa um marco para a redução do déficit habitacional de nossa cidade”, ressaltou. A Prefeitura de Olinda deve entregar, até o segundo semestre deste ano, mais 640 unidades habitacionais.

Para o autônomo Benedito Floriano, 64, a felicidade foi redobrada. Além da moradia em um dos 16 blocos erguidos, ele foi sorteado com toda a mobília. “Serei eternamente grato”, revelou. O sentimento se estendeu a aposentada Beatriz Silva, 78, a mais idosa contemplada no conjunto. “É a realização do meu maior sonho”, disse. Conforme o secretário-executivo de Urbanização Integrada, Maurílio Pedrosa, o compromisso é com o resgate da dignidade das pessoas. “São imóveis instalados em pontos estratégicos, facilitando o acesso à educação, saúde, transporte e comércio”, lembrou.

print