Estratégias

1. Ampliar o planejamento e ação conjunta entre as Secretarias Municipais;

2. Transversalidade e integração entre as três esferas de governo (legislativo, executivo e judiciário)

3. Criar e manter equipe específica para captação de recursos e elaboração de projetos, com atribuição de propor projetos de lei e fazer articulações junto a entes federados e iniciativa privada;

4. Estudar a criação de projetos de leis que visem a ampliação da arrecadação de recursos para a Cultura e o Patrimônio;

5. Desenvolver PPP’s (Parcerias Público-Privadas) para a criação e fortalecimento da infraestrutura cultural e implementação de políticas públicas;

6. Formar parcerias com universidades e centros de ensino e pesquisa para viabilizar bolsas de estudo para aperfeiçoamento técnico e artístico;

7. Criar um grupo de trabalho permanente, com participação do poder público e da sociedade civil, para elaboração e acompanhamento do Plano de Preservação e Gestão dos Sítios Históricos;

8. Firmar parceria com Governo do Estado para implementar Política Estadual de Preservação do Patrimônio Tombado;

9. Gestões com o Congresso em relação lei federal em tramitação na Câmara dos Deputados, que destina carga tributária diferenciando as cidades Patrimônio Cultural da Humanidade;

10. Aplicação e Monitoramento da Lei que cria a Política Municipal de Livro, Leitura, Literatura e das Bibliotecas;

11. Incentivar a preservação e digitalização de acervo das instituições privadas;

Print Friendly