Destaque

Publicado em 08/11/17 às 13:32 | Atualizado em 08/11/17 às 15:40

Especialistas da Saúde de Olinda e do Estado discutem combate à sífilis

Programação foi direcionada aos profissionais da rede municipal

Por Natália Catarina

Por Pedro Moraes

Olinda realizou na manhã desta quarta (08.11) o I Fórum de saúde da mulher e da criança. O evento, que trouxe como tema: “Manejo da sífilis em gestante”, aconteceu no auditório da FOCCA, localizada na Rua do Bonfim, n°37, no bairro do Carmo.

A programação foi destinada aos médicos, enfermeiros, dentistas e agentes comunitários da rede municipal de saúde. Participaram também estudantes da área. O fórum debateu as estratégias e ações de enfretamento da sífilis no município.

Coordenadora da Saúde da Mulher de Olinda, a médica ginecologista/obstetra, Cleonúsia Vasconcelos, realizou uma abordagem destacando a necessidade de incrementar o trabalho contra a doença. “Vamos intensificar o monitoramento, a busca ativa, treinamentos de teste rápido destinado aos profissionais envolvidos, ampliação de distribuição de preservativos, bem como, promover a aproximação da rede de atenção básica com a coordenação da saúde da mulher”, sinalizou, acrescentando que inicialmente a meta será reduzir 10% do número de casos.

A técnica do programa estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis, a médica, Tânia Maria das Chagas, ministrou palestra sobre a situação epidemiológica, diagnóstico e tratamento da sífilis em gestante, em seguida a enfermeira sanitarista e mestranda em enfermagem, supervisora do Hospital Correia Picanço, Juliana Cabral, apresentou a temática da administração da penicilina em gestante. O encontro finalizou com debate e reflexões sobre o I Fórum Olindense de saúde da mulher e da criança.

O secretário de Saúde, Eud Johnson Cordeiro, destacou a importância do evento. “Este é um momento ímpar e estamos quebrando paradigmas, em especial cuidar da saúde da mulher e da criança. A integralidade da equipe é fator fundamental para melhorar a política estratégica de enfrentamento dessa doença. O meu compromisso é continuar firme com o mesmo pensamento do prefeito Professor Lúpercio: melhorar a qualidade de vida do povo olindense”, pontuou.

Participaram ainda do evento a secretária executiva de Saúde, Zelma Pessoa; a gerente estadual de Atenção à Saúde da Mulher, Letícia Katz; o coordenador do programa estadual de doenças sexualmente transmissíveis, François Figueiroa; e a gerente das Políticas Estratégicas de Olinda, Roberta Magalhães.