Saúde

Publicado em 25/02/17 às 18:20 | Atualizado em 25/02/17 às 16:33

Foliões podem contar com Policlínica Barros Barreto durante o Carnaval

A Secretaria de Saúde de Olinda também preparou ações de sensibilização nos dias de festa

Por Juliana Nascimento

“Estamos juntos e somos todos”. É com esse lema que a Secretaria de Saúde de Olinda vai trabalhar e transmitir a ideia para o folião durante esse Carnaval de 2017. A Policlínica Barros Barreto, no Carmo vai funcionar durante 24h por dia com equipe de cerca de 30 profissionais por plantão, entre médicos, enfermeiros, técnicos e serviços gerais. Além disso, a unidade conta com seis ambulâncias, sendo duas na base e quatro espalhadas nos polos.

A Policlínica atua como urgência em todas as áreas e dependendo do caso, o paciente pode ser transferido para outros hospitais como o Tricentenário, no Bairro Novo.
Este é o primeiro ano que Olinda conta com ações conjuntas de três vigilâncias.“Agora temos ações em vigilância ambiental (para identificar possíveis focos de dengue, colocar larvicidas e remover locais com mosquitos), vigilância sanitária (inspeção no comércio informal e formal para vistoriar alimentos e bebidas) e vigilância epidemiológica (acompanhamento em uma sala para notificar algum tipo de virose e surtos), explicou o diretor de Vigilância em Saúde, João Bosco.

Durante os festejos, profissionais da saúde vão estar em polos para distribuir preservativos. Além disso, voluntários vestidos de bonecos vão convidar os foliões para participar da ação “Fique Sabendo”, que é um teste rápido para identificar HIV com resultado saindo em meia hora.

Segundo a Coordenadoria do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis, serão distribuídas mais de 500 mil camisinhas durante todos os dias festas. Entre os pontos que serão feitas essas ações estão nos polos do Carmo, nos quatro cantos e Largo do Amparo, no Bonsucesso. “Trabalhar na prevenção é nosso objetivo”, ressalta o Coordenador do Carnaval da Secretaria de Saúde de Olinda, Pedro Henrique.

Pedro Henrique orienta também o folião sobre a importância de líquido. “Quem for curtir deve beber em média de dois a três litros de água por dia”. Ele recomenda para os foliões comerem frutas e passarem protetor solar para evitar insolação.

Antes do início da folia de Momo, a administração municipal realizou a vacinação de profissionais da própria Secretaria de Saúde, tapioqueiras e taxistas. O grupo recebeu a vacina tríplice viral que imuniza contra tétano, coqueluche e difteria.

print

Tags desta notícia: , , ,