Destaque

Publicado em 02/10/17 às 16:15 | Atualizado em 02/10/17 às 18:46

Projeto investe na humanização do atendimento nos postos de saúde de Olinda

Iniciativa vai contar com a participação de estudantes do município

Por pedropaulo

Foto: Arquivo/Prefeitura de Olinda

Sessenta estagiários de nível médio do município de Olinda participam, nas próximas quarta e quinta-feira (4 e 5 de outubro), do Projeto “Posso ajudar Olinda”. A ação tem o objetivo de preparar os estudantes no acolhimento e humanização do atendimento aos usuários dos serviços de saúde do município. O grupo vai passar por capacitações durante os dois dias.

Na quarta, a partir das 8h30, no auditório da Secretaria de Educação, ocorrerá uma palestra de apresentação sobre a rede de saúde de Olinda, além de explanação abordando o acolhimento e atendimento ao público. No dia seguinte, também às 8h30, haverá capacitações sobre a segurança do trabalho na área de saúde e o Sistema Nacional de Regulação.

“O projeto causa um grande benefício na qualidade da receptividade às pessoas que procuram as unidades de saúde. Além desse aspecto que beneficia diretamente os pacientes, nós vamos contemplar os estudantes olindenses com a oferta de bolsas de estudos para que eles possam atuar com funções administrativas nas nossas unidades de saúde, além do cunho social de disponibilizarmos um valor financeiro para melhorar a renda família. É uma oportunidade para introduzirmos esses jovens no mercado de trabalho”, destaca o secretário de Saúde de Olinda, Eud Johnson Cordeiro.

Serão escolhidos alunos com bom desempenho escolar e de espírito de liderança. Eles vão passar por um processo de triagem e participarão do sistema de regulação, como agendamento de exame, para que as filas sejam evitadas. A carga-horária do estágio é de quatro horas por dia, de segunda a sexta, durante um ano (com possibilidade de renovação por mais um ano), nos serviços de atenção básica, especializados (policlínicas, Centro de Reabilitação) e setores administrativos estratégicos junto à população.

“Será um novo canal de comunicação do sistema de saúde de Olinda com a população. Teremos equipes preparadas para acolhimento e esclarecimento de dúvidas dos usuários, desejamos facilitar o atendimento. Além disso, o projeto estimula a manutenção e o bom desempenho do jovem na escola e possibilita a formação cidadã para sua atuação futura”, acrescenta Eud.