Saúde

Publicado em 17/04/17 às 12:03 | Atualizado em 17/04/17 às 12:03

Saúde de Olinda inicia campanha de vacinação contra influenza

A novidade deste ano será a vacinação dos professores das redes pública e particular

Por Pedro Morais

Nesta primeira semana, vacinação contra gripe só para os profissionais da rede de saúde. FOTO: Secretaria de Saúde de Olinda.

Os professores das escolas públicas e particulares de Olinda também receberão esse ano a vacina contra a Influenza – popularmente chamada de gripe. Somente na rede municipal existem 1.300 educadores. A campanha começou nesta segunda-feira (17.04) com a imunização dos profissionais de saúde vinculados à prefeitura. A coordenação do Programa Nacional de Imunização de Olinda (PNI) informa que o público alvo desta semana deverá ser vacinado no próprio local de trabalho (USFs e Policlínicas).

No caso dos funcionários da rede particular de saúde (hospitais e clínicas), a imunização vai obedecer a um calendário formalizado entre o PNI e o estabelecimento de saúde. Para dinamizar a vacinação, o PNI orienta que as pessoas desse público procurem uma unidade de saúde da rede municipal para vacinação, munidas de documentos que comprovem o vínculo profissional.

A partir do dia 24 de abril até 26 de maio a vacinação, que terá como dia “D” a data de 13 de maio, vai atingir outros grupos prioritários como crianças com idades de seis meses a cinco  anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, bem como pessoas com idade acima de 60 anos, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Toda rede de saúde do município (PSFs e policlínicas) estará de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, abastecidas para imunizar a população envolvida – cerca de 100 mil pessoas. A meta do Ministério da Saúde é atingir 90% de cada grupo prioritário.

VACINA  A vacinação tem como finalidade reforçar a imunidade e prevenir os casos das doenças do trato respiratório, muitas vezes agravando e levando o paciente a óbito. A contraindicação é para quem tem alergia anafilática ao ovo, a doses anteriores ou a algum componente da vacina.

Vale ressaltar, que com o retorno da estação de chuvas torna-se favorável a ocorrência de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

DOENÇA – A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

Para evitar a propagação de casos, algumas medidas de prevenção devem ser adotadas:

– Cobrir o nariz e a boca com lenço, ao tossir ou espirrar, e descartar o lenço no lixo após uso.

– Lavar as mãos com água e sabão após tossir ou espirrar.

– No caso de não haver disponibilidade de água e sabão, usar álcool gel.

– Evitar tocar olhos, nariz ou boca e contato próximo com pessoas doentes.

print