Destaque

Publicado em 24/05/17 às 11:49 | Atualizado em 24/05/17 às 11:49

Expedição do Cartão de Estacionamento para idosos e deficientes é descentralizada no Maio Amarelo em Olinda

A cidade deve delimitar que 5% do total de vagas de estacionamento sejam reservadas para pessoas com mais de 60 anos, além de outros 2% para pessoas com dificuldade de locomoção

Por mariliabanholzer

Serviço gratuito da Secretaria de Transportes e Trânsito atende, exclusivamente, moradores de Olinda. Fotos: Sandro Barros/Prefeitura de Olinda

Quem passou pela agência da Caixa Econômica Federal de Bairro Novo, em Olinda, nesta terça-feira (23.05), encontrou um serviço rápido e sem burocracia para a emissão do cartão de livre acesso para estacionamento voltado para idosos e pessoas com deficiência. O serviço faz parte da programação da Campanha Maio Amarelo, promovida pela Secretaria de Transportes e Trânsito da cidade, e será repetido nesta quinta-feira no Banco do Brasil do mesmo bairro. O atendimento é das 10 às 15h.

Ao todo foram expedidos 15 documentos, sendo 14 para idosos e um para pessoas com deficiência. Um dos beneficiados foi Emanuel Augusto, de 60 anos, que mora há quatro anos em Olinda. Ele estava no banco quando soube da atividade e não perdeu a chance de fazer de forma gratuita a autorização para estacionar nas vagas reservadas para os idosos.

Agentes de trânsito de Olinda têm realizado rondas e emitido multas para coibir o uso incorreto das vagas reservadas na cidade

“Eu conhecia o serviço de expedição do documento, ia até procurar fazer o meu cartão, mas aí teve essa coincidência de estar aqui no banco e eu estou aproveitando. Um serviço super prático. Gostei muito”, comentou Emanuel que já saiu com o cartão de idoso em mãos.

Na Caixa Econômica, agentes de trânsito ainda fiscalizaram e multaram aqueles motoristas que ocupavam vagas reservadas de forma irregular. O trabalho de repressão a esse tipo de contravenção de trânsito é frequente e tem o objetivo de garantir os direitos daqueles que possuem dificuldade de locomoção.

De acordo com a legislação de trânsito vigente em Olinda, a cidade deve delimitar que 5% do total de vagas de estacionamento sejam reservadas para pessoas com mais de 60 anos. Outros 2% devem ser reservados para pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção.

A cidade deve delimitar que 5% do total de vagas de estacionamento sejam reservadas para pessoas com mais de 60 anos

Atualmente, a Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda tem feito um levantamento nas baias de automóveis para orientar os estabelecimentos a seguir as especificações, sejam de tamanho da vaga como as informações quem devem contar na placa de identificação. Entre os espaços públicos, Olinda conta com setores  exclusivos em locais como praças, a exemplo da Praça Dantas Barreto, no Carmo, e na própria orla da cidade.

Os interessados em garantir o cartão de estacionamento para idosos ou pessoas com deficiência precisam apresentar RG, CPF, comprovante de residência de Olinda e, no caso das pessoas com dificuldade de locomoção, um laudo especificando qual é a deficiência. Aqueles que não conseguirem participar do serviço prestado durante a campanha Maio Amarelo podem procurar a Secretaria de Transportes e Trânsito, localizada na Estrada do Bonsucesso, nº 306, bairro do Bonsucesso, das 7h30 às 13h30.

Tags desta notícia: , , , , , , ,