Notícias

Ação de combate a Hanseníase é promovida em Olinda

Durante toda a semana, serão realizadas atividades educativas para lembrar o Dia Pernambucano de Luta contra a Hanseníase

Publicado por: Secom, em: 04/06/13 às 15:04
Será feita avaliação para detectar pacientes com manchas suspeitas. Foto: Secretaria de Saúde de Olinda

Será feita avaliação para detectar pacientes com manchas suspeitas. Foto: Secretaria de Saúde de Olinda

Para comemorar o dia Pernambucano de Combate à Hanseníase (06/6), a Secretaria de Saúde de Olinda, através da Coordenação de Hanseníase, irá realizar ações de mobilização social, desde segunda (3) até sexta-feira (7) nas Unidades de Saúde da Família (USF) e Policlínicas.

A programação será cumprida em toda rede de saúde do Município. Durante toda a semana, profissionais de saúde irão ministrar palestras educativas informando sobre prevenção e cuidados da doença, bem como promover avaliação para detectar pacientes com suspeitas de manchas de hanseníase.

Haverá nesta quarta-feira (5), a partir das 8h, palestra e exame da mancha na Policlínica Barros Barreto, Carmo; e a partir das 13h, na policlínica São Benedito. Na sexta-feira (7), a partir das 8h, a equipe estará no PSF de Caixa D’água realizando as ações.

Segundo a coordenadora do programa de Hanseníase de Olinda, a enfermeira Valéria de Souza, há uma intensificação na busca de pessoas sintomáticas dermatoneurológicas em vários bairros da cidade. “Nosso objetivo é eliminar a hanseníase e prevenir a incapacidade, para isso, precisamos detectar precocemente os portadores da doença que se encontram sem tratamento”, alertou.

A ação é fruto da parceria do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN), entidade sem fins lucrativos que desenvolve atividades voltadas para a eliminação da doença.

Hanseníase

É uma doença que atinge principalmente a pele e os nervos, podendo afetar a face, os braços, as pernas, as mãos e os pés. Se não for tratada pode causar incapacidade física por causa do atrofiamento dos membros.

Em 2012 foram diagnosticados no Estado 2.561 casos novos, destes, 263 em menores de 15 anos. Em Olinda foram computados 191 casos, sendo 37 em menores de 15 anos. Em 2013, até abril foram diagnosticados 46 casos novos da doença na cidade de Olinda.

Fonte: SINAN NET

%d blogueiros gostam disto: