Notícias

Ação no Quiosque Olinda Informa estimula respeito a travestis e transsexuais

A ação faz parte da I Semana Nordestina de Visibilidade Trans, que acontece também nas cidades de Jaboatão dos Guararapes, Recife, Caruaru e Paudalho

Publicado por: Secretaria de Comunicação, em: 28/01/14 às 19:14
A ação faz parte da I Semana Nordestina de Visibilidade Trans. Foto: Fernanda Mafra/Pref.Olinda

A ação faz parte da I Semana Nordestina de Visibilidade Trans. Foto: Fernanda Mafra/Pref.Olinda

Nesta quarta-feira (29), a partir das 10h, a Secretaria de Saúde de Olinda, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, realiza uma ação educativa com o objetivo de estimular o respeito e a autoestima de transexuais e travestis. A ação será no Quiosque Olinda Informa, que fica na orla, próximo ao Quartel de Olinda e marca o Dia Nacional de Visibilidade Trans.

Na ocasião, serão distribuídos preservativos masculinos e femininos e objetos como porta-copos, porta-documentos e cartões postais com informações sobre cidadania e direitos das Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT).

A ação faz parte da I Semana Nordestina de Visibilidade Trans, que acontece também nas cidades de Jaboatão dos Guararapes, Recife, Caruaru e Paudalho. A semana será encerrada no próximo domingo (02/02) com um show da banda Patusco na Praça do Carmo, a partir das 16h.

Para Alexsandro Ramos, da  Coordenadoria LGBT de Olinda, ações como essas têm o intuito de colocar em pauta os direitos de segmentos tradicionalmente discriminados. “A intenção é dar visibilidade aos travestis e transexuais, pessoas que merecem respeito e encontram-se ainda mais vulneráveis que outros segmentos LGBT”, explicou Alexsandro Ramos.

Já a coordenadora de DST da Secretaria de Saúde, Sony Santos, ressalta a importância da ação para a promoção da saúde desse público. “Nossa intenção é combater o preconceito contra os travestis e transexuais entre toda a sociedade, mas principalmente entre os agentes responsáveis pelos serviços de saúde para que esse público não deixe de ser atendido”, defendeu.

Com essa intenção, a coordenadoria de DST já capacitou todos os agentes comunitários de saúde e agentes de controle de endemias de Olinda para desconstruir o preconceito entre esses profissionais e, dessa forma, fazer com que as informações e os serviços de saúde cheguem a todos.

Outra ação importante da coordenadoria é a realização mensal de ações noturnas em áreas de concentração de travestis e transexuais e em pontos de prostituição, levando informações e incentivando a procura pelos serviços de saúde. Nestas ocasiões, também é oferecido o teste de HIV.

I Semana Nordestina da Visibilidade Trans – A construção da programação do evento em Olinda, que vai de 29 de janeiro e 2 de fevereiro, foi realizada por meio de reuniões com representantes das Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais durante a última semana. A representante do Movimento Nacional/Estadual em Defesa dos Direitos das Pessoas Transexuais, Chopelly Santos, participou das reuniões.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: