Notícias

Ações de prevenção à chuva em Olinda vêm sendo intensificadas desde janeiro

Trabalhos promovidos pela Secretaria de Serviços Públicos mostram que a Prefeitura, está focada na eliminação dos transtornos causados pelas chuvas

Publicado por: Secom, em: 01/07/13 às 17:21
 De janeiro até junho desse ano, 40 vias já receberam recapeamento do asfalto. Foto: Secretaria de Serviços Públicos de Olinda

De janeiro até junho desse ano, 40 vias já receberam recapeamento do asfalto. Foto: Secretaria de Serviços Públicos de Olinda

Desde o início do ano de 2013, várias ações de prevenção contra os transtornos causados pelas chuvas, têm sido intensificadas pela Secretaria de Serviços Públicos de Olinda, como microdrenagem que é o sistema de condutos construídos destinados a receber e conduzir as águas das chuvas vindas das construções, lotes, ruas, praças, assim como de galerias, caixas coletoras e canaletas; macrodrenagens, que é a rede de drenagem natural, pré-existente à urbanização, constituída por rios e córregos, localizados nos talvegues dos vales, e que pode receber obras que a modificam e complementam, tais como canalizações, barragens, diques e canais; terraplanagem, para recuperação de vias não pavimentadas; recapeamento de asfalto; Operação Tapa-buraco; ações de prevenção do avanço do mar; arborização urbana e ações de recuperação e manutenção de praças.

De janeiro até junho desse ano, 120 microdrenagens de galerias, caixas coletoras e canaletas foram feitas no município, além de 15 ações de macrodrenagem, totalizando a limpeza de 14 canais.  De 2009 até junho de 2013, 40 vias receberam recapeamento do asfalto, e 113 quilômetros de vias foram atendidas pela operação Tapa-buraco.

Ações de arborização urbana também foram intensificadas, nos 6 meses em questão, com a manutenção da vegetação urbana, totalizando 780 árvores, entre podas e erradicação. Entre limpeza e manutenção periódica das praças e canteiros centrais, 126 ações já foram realizadas. Dessas praças, 18 recebem limpeza diária, além de 16 terem passado por reforma e recuperação de jardins.

Outro foco nos 6 meses de trabalho, tem sido a manutenção das estruturas de proteção do avanço do mar, assim como o monitoramento ambiental e a manutenção da urbanização, já tendo atingido 645 metros cúbicos.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: