Notícias

Agentes de endemias de Olinda fazem ação lúdica e enterram simbolicamente mosquito Aedes

Tradicional atividade tem caráter educativo e destina-se aos moradores da Cidade Alta

Publicado por: Redação da Secom, em: 01/03/19 às 12:51

Por Pedro Morais

 

Dentro do clima de carnaval que reina em Olinda, a Secretaria de Saúde do município promoveu o tradicional desfile do Enterro do Mosquito Aedes, transmissor das arboviroses. Agentes de endemias do Centro de Vigilância Ambiental de Olinda (CEVAO) fizeram concentração na Praça do Carmo e saíram pelas vias adjacentes animados por uma orquestra de frevo.

A ação, que é uma atividade educativa e lúdica, destina-se aos moradores da Cidade Alta com o objetivo de sensibilizá-los sobre a prevenção e combate as doenças transmitidas pelo mosquito.  Mesmo realizando um trabalho de rotina diária, durante a ação de hoje os agentes distribuíram panfletos e fizeram um porta-porta com abordagens aos moradores para alertá-los, inclusive com direito a encenação teatral e caixão com personagens caracterizados de mosquitos.

A secretária de Saúde e a executiva de Vigilância em Saúde de Olinda, Emília Gonzalez e Zelma Pessôa, respectivamente, prestigiaram o evento acompanhando o “cortejo”. A diretora interina de Vigilância em Saúde, Aline Leite, falou sobre a importância dessa ação. “Embora todos estejam envolvidos com o sentimento de carnaval, vale alertar as medidas de prevenção e lembrar os cuidados que todos devem ter nesses dias de folia para evitar o nascimento e a proliferação do mosquito”, enfatizou.

Para isso, a gestora reforçou que é preciso eliminar os lugares que os mosquitos escolhem para a reprodução, não acumulando água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos, lixeiras, entre outros.

%d blogueiros gostam disto: