Notícias

Alunos da rede de Olinda recebem projeto Mamulescendo

Atividade é desenvolvida pela Coordenação da Criança e do Adolescente do município

Publicado por: Redação da Secom, em: 24/05/19 às 14:44

A Escola Mizael Montenegro (Casa Caiada) recebeu, nesta sexta-feira (24), uma atividade de saúde envolvendo os alunos da 5ª série B, promovida pela Coordenação da Criança e do Adolescente de Olinda e Diretoria de Políticas Estratégicas. A ação faz parte do projeto do Ministério da Saúde, denominado Proteger e Cuidar, que visa trabalhar temas relevantes à saúde e cidadania, desenvolvendo habilidades em um grupo específico de adolescentes de uma unidade de ensino.

Em Olinda, cinco unidades de saúde da Atenção Básica estão inseridas nesse projeto, sendo Beira Mangue, São Bento, Jardim Fragoso 1, Alto do Sol Nascente e Jardim Brasil I. Nesta sexta, uma equipe de agentes comunitários, médico e dentista da unidade de saúde da família de Jardim Fragoso 1 iniciou junto com os alunos um trabalho lúdico, denominado educacional Mamulescendo, que utiliza o fantoche e mamulengos como ferramenta de informações.

“Esse projeto piloto está contando com o apoio de todos, inclusive da escola, onde estamos trazendo aos adolescentes informações e garantir os serviços de saúde aos alunos da unidade de ensino. A pauta principal desse projeto é utilizar a cultura como forma de ensinamento, onde eles mesmos vão confeccionar os próprios bonecos e construir os personagens e sua própria história”, disse a gerente da equipe de Jardim Fragoso, a enfermeira Raquel Gomes.

A coordenadora pedagógica da escola, Cássia Novaes, comentou a importância do trabalho. “É um resgate da cultura e de forma lúdica os estudantes possam trabalhar os conteúdos da saúde, sobretudo na adolescência, porque é uma idade  que precisa desenvolver de forma saudável e, o mamulengo vai facilitar bastante assimilar as informações”, explicou, agradecendo pela escolha da unidade para iniciar o projeto piloto.

O conteúdo da exibição cultural tem o intuito de trabalhar a garantia da caderneta de saúde, atualização da situação vacinal, saúde bucal, avaliação médica, enfermagem periódica e nutricional, bem como acuidade visual e auditiva.

A atividade visa proporcionar aos alunos que criem sua própria história do mamulengo, sobretudo, orientando na confecção do personagem dentro dos temas propostos como direitos humanos e cidadania, gravidez na adolescência, sexualidade, doenças negligenciais, tabagismo e alcoolismo.

A coordenadora da Saúde da Criança e do Adolescente, Raquel Braga, enfatiza o projeto. “A unidade de ensino foi uma das escolhidas para desenvolver o projeto piloto na cidade, que juntamente com mais quatro unidades básicas vão desenvolver as atividades de saúde com essa ferramenta lúdica, que é o mamulengo”, finalizou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: