Notícias

Artistas, comerciantes e empresários do Sítio Histórico aprendem a evitar e combater incêndios

Fruto de uma parceria entre a Prefeitura e o Corpo de Bombeiros, a medida tem por objetivo preservar os bens culturais da cidade

Publicado por: Secretaria de Comunicação de Olinda, em: 24/01/14 às 19:34
O objetivo é formar uma brigada de incêndio que possa contribuir para a preservação dos bens culturais da cidade. Foto: Luiz Fabiano

O objetivo é formar uma brigada de incêndio que possa contribuir para a preservação dos bens culturais da cidade. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Esta sexta-feira (24) começou diferente para um grupo de artistas, comerciantes e empresários do Sítio Histórico de Olinda. No Núcleo de Ações Preventivas (NAP) dos Bombeiros, instalado no Espaço Ciência, em Salgadinho, eles adquiriram noções básicas sobre prevenção de incêndios e sobre o uso de equipamentos de combate ao fogo, como os extintores.

O tenente Werben, que comandou atividade, falou sobre a importância da capacitação. “O importante, na parte de teoria, é explicar a classificação de incêndio, os tipos extintores. O segundo ponto será a prática com o líquido combustível. Aí eles vão aprender a evitar e combater um princípio de incêndio, porque existe uma diferenca, se fugir do controle não tem como não chamar o corpo de bombeiros”, explicou.

Foram abordados os seguinteassuntos: tetraedro do fogo, classes de incêndio, agentes extintores, extintores de incêndio (tipos), propagação do fogo e método de extinção. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Foram abordados os seguintes assuntos: tetraedro do fogo, classes de incêndio, agentes extintores, extintores de incêndio (tipos), propagação do fogo e método de extinção. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Jaison Silva, administrador do Hotel Sete Colinas e coordenador da faculdade FOCCA já participou de outras capacitações desse tipo, mas não perdeu a oportunidade de se atualizar. “Nós temos o costume de só fechar a porta depois que ela for arrombada. Então a questão da prevenção ainda é a melhor atitude. Espero que se promovam mais capacitações, pois elas são de fundamental importância dentro desse mercado competitivo”, considerou.

A ideia para o curso nasceu a partir de experiências em outras cidades patrimônio que perderam bens culturais após incêndios que poderiam ter sido evitados. “No sítio histórico de Olinda, a maioria das casas é geminada e isso possibilita um risco maior de incêndio. Em Ouro Preto (Minas Gerais), anos atrás, todos lembram que a cidade quase toda sucumbiu por conta de um incêndio que era pequeno e que poderia ter sido imediatamento controlado e não foi”, exemplificou o secretário de Comunicação de Olinda, Élcio Guimarães.

O objetivo da iniciativa é formar toda a população do Sítio Histórico de Olinda, não só os comerciantes, artistas e donos de estabelecimentos, até formar uma brigada de incêndio que irá contribuir para a preservação do patrimônio da cidade. O grupo contará com o apoio da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco para a aquisição de equipamentos e a formação completa de todos os integrantes da brigada.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: