Notícias

Atenção com a saúde mental dos idosos precisa ser redobrada durante isolamento

Quadros de ansiedade e depressão podem ser registrados, cabendo o apoio de amigos e familiares

Publicado por: Secom, em: 03/07/20 às 17:30

O isolamento social de idosos, assim como as demais faixas etárias, é uma medida inevitável para protegê-los da pandemia gerada pelo novo coronavírus. Entretanto, neste público da terceira idade, a alteração no cotidiano pode gerar um alto custo emocional, levando a casos de transtornos mentais como ansiedade e depressão, além de agravar quadros já existentes. Em Olinda, a Coordenação de Saúde Mental oferece este suporte à população, ofertando atendimento gratuito nas modalidades presencial e à distância.

De acordo com o Ministério da Saúde, as pessoas com idade acima dos 70 anos são as que mais cometem suicídio no Brasil. Essa triste e preocupante estatística indica que a atenção ao bem-estar dessas pessoas durante o período de quarentena deve ser dobrada. A família precisa ficar atenta a sinais de que alguma coisa está errada.

O objetivo principal do atendimento à saúde mental é possibilitar que todos possam manter o equilíbrio e encontrem meios de se adaptar aos atuais desafios exigidos pela ameaça novo coronavírus. Entre os profissionais em Olinda estão médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais que atuam na avaliação médica, orientação e prevenção de diagnósticos em casos que possam evoluir para algum trauma ocasionado neste período de isolamento social.

Clique aqui e saiba mais

%d blogueiros gostam disto: