Notícias

Direitos da criança e do adolescente são temas de conferência em Olinda

Evento acontece na Facho até esta sexta-feira (30)

Publicado por: Redação da Secom, em: 29/11/18 às 17:50

Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências são os temas debatidos na X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Olinda, que ocorre quinta e sexta (29 e 30), na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (Facho). O evento visa mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos, crianças, adolescentes e a sociedade para a construção de propostas voltadas para a afirmação do princípio da proteção integral desses jovens nas políticas públicas, fortalecendo as estratégias de enfrentamento às violências e considerando a diversidade.

Na manhã desta quinta-feira houve a mesa de abertura, apresentação cultural, conferência magna e a leitura e aprovação do Regimento Interno. No período da tarde, houve o início dos chamados “eixos”, que foram divididos em cinco salas de debate com as seguintes temáticas: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra criança e adolescente; orçamento e financiamento das políticas para os jovens; participação, comunicação social e protagonismo; e espaços de gestão e controle social.

“Estamos trabalhando justamente as temáticas que foram discutidas na última conferência e analisamos o que foi proposto no evento anterior para discutir o que foi realizado e lançar novas propostas, visando trazer melhorias para os jovens”, disse a secretária executiva de Assistência Social de Olinda, Mônica Ribeiro.

“Também levantaremos tópicos para a conferência estadual. O público-alvo são as entidades civis, governamentais, executivo, promotoria, juizado, toda a política que envolve a criança e adolescente no município”, acrescentou o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Olinda, Jadilson Gomes.

Nesta sexta (30), estão programadas atividades nos grupos de trabalho e a plenária final. No total, 200 pessoas participam do evento, divididos em 150 delegados, 36 convidados e 14 observadores. Serão formuladas propostas para o enfrentamento das diversas formas de violência e ações para a democratização, gestão, fortalecimento e participação de crianças e adolescentes nos espaços de deliberação e controle social das políticas públicas, entre outros assuntos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: