Notícias

Divisão de Inclusão de Pessoas com Deficiência realiza mais uma reunião de formação e escuta

Durante todo o dia da última segunda-feira (21) e de ontem (22), 212 estagiários das áreas de Pedagogia, Psicologia e Magistério reuniram-se com a equipe técnica de Divisão de Inclusão

Publicado por: adminolinda, em: 23/07/14 às 15:29
Os encontros tiveram os dois turnos de duração e aconteceram na sede da Secretaria de Educação. Foto: Secretaria de Educação de Olinda

Os encontros tiveram os dois turnos de duração e aconteceram na sede da Secretaria de Educação. Foto: Secretaria de Educação de Olinda

A Divisão de Inclusão de pessoas com deficiência, da Secretaria de Educação de Olinda, finalizou ontem (22), mais um encontro da equipe  com seus estagiários. Este ano, 127 vieram completar a turma que conta com 212 estudantes das áreas de Psicologia, Pedagogia e Magistério, no total. Os encontros, que iniciaram na última segunda-feira (21), tiveram os dois turnos de duração e aconteceram na sede da Secretaria, situada na Rua 15 de Novembro, no Varadouro.

“Na rotina da Divisão de Inclusão, nós realizamos reuniões mensais que fazem parte da formação continuada dos nossos estagiários. Então, são momentos nos quais nós escutamos o que eles vêm nos trazer a respeito dos alunos que estão acompanhando em sala de aula e, também, trabalhamos temas com um convidado especial”, conta Silvania Oliveira, chefe de Inclusão.

A equipe de Divisão de Inclusão, também, trabalha fazendo atendimento nas próprias escolas. “O trabalho do estagiário é muito importante porque ele é a nossa ponte de interação entre a escola e a Divisão”, disse Silvania. Periodicamente, uma equipe de técnicos faz a supervisão do trabalho dos estagiários visitando as escolas onde eles atuam, além das reuniões onde são entregues relatórios produzidos, mensalmente, com observações sobre o andamento dos alunos.

A reunião contou com uma abertura de incentivo e valorização ao trabalho dos estagiários seguida de dinâmicas de grupo que trabalharam a socialização, em especial, voltada para a compreensão de como um estudante com deficiência se sente no meio escolar e fechou com momentos de orientações relacionados às atividades do estagiário na sala de aula. “Os temas que tratamos possuem relação direta com a vivência do nosso trabalho. Então, falamos sobre relacionamento com os pais dos alunos, relação gestão-estagiário e, também, tratamento específico à deficiência do aluno”, completou Silvania.

A chefe de Divisão de Inclusão explica, ainda, que, dependendo da demanda dos estudantes, um estagiário pode acompanhar até três deles. A especialista em Educação Especial da Divisão de Inclusão, Dircilene Ferreira de Menezes, faz uma avaliação positiva do encontro. “Foram dois dias ricos em que pudemos sentir a necessidade do estagiário e orientá-lo”, diz.

Os estagiários participaram do encontro divididos em quatro grupos de trabalho. “Acho esse momento muito importante, é a nossa via de comunicação para tirar dúvidas e saber como proceder. A gente aprende, também, com a experiência do outro”, diz a estagiária de Psicologia, Jaqueline Brandão. A estagiária de Pedagogia, Maria Conceição Souza da Costa, compactua com essa opinião. “Esses encontros facilitam muito a nossa maneira de lidar com os estudantes especiais”, disse.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: