Notícias

Drones reforçam segurança em Olinda

Aquisição dos equipamentos concretiza proposta de campanha do Professor Lupércio

Publicado por: Redação da Secom, em: 21/09/18 às 16:10

Texto: Juliana Nascimento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Proposta do plano de Governo do prefeito de Olinda, Professor Lupércio, para área de segurança na cidade, os drones tornaram-se realidade. Nesta sexta-feira (21.09) foram lançados dois equipamentos, que vão servir para ajudar no apoio da Guarda Municipal. Modelo mavic,as ferramentas foram adquiridas pela Secretaria de Segurança Urbana (SSU) para serem utilizadas em operações junto com as policias Militar e Civil, em ações com a Defesa Civil, Controle Urbano, e em situações de ocorrências nos grandes eventos como o Carnaval.   

O lançamento foi realizado na Secretaria de Segurança Urbana, no Varadouro, pelo Professor Lupércio. “Estamos muito felizes em cumpri o que prometemos. Os drones vão auxiliar de forma mais rápida o monitoramento das situações de risco. A nossa Guarda, junto com as polícias, está cada vez mais preparada para agir na segurança e oferecer mais tranquilidade à população”, ressaltou.  

Num primeiro momento, dois guardas municipais estão aptos para manusear os drones. Os equipamentos são ligados diretamente aos aparelhos de celulares ou tablets para transmitir a operacionalidade dos dispositivos, informações de mapas e localização para quem o pilota. Os drones têm registro de certidão de cadastro de aeronave não tripulada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para voos recreativos e não recreativos.  

Os drones têm alta resolução de 4K e bateria com capacidade de até 28 minutos ininterruptos, e, podem captar imagens de até 7km de quem está operando. De acordo com a lei de segurança, eles podem chegar até mais ou menos 120 metros de altura, mas a capacidade máxima é de 500.   

“Nós não temos informações desse tipo de ação aqui no Estado, então podemos servir de espelho para outros municípios. Essa intervenção vai nos possibilitar adentrar mais ágil nos becos e em lugares que não conseguiríamos se estivéssemos de carro. Em situação, por exemplo, de tráfico de drogas, as imagens dos drones vão mostrar a roupa do suspeito ou para onde ele foi e isso vai facilitar nossa ação”, destacou o secretário de Segurança Urbana, Pereira Neto.  

Segundo informações da certidão do registro obtido, é de responsabilidade dos dois operadores tomar providências necessárias para a operação segura da aeronave, assim como conhecer e cumprir os regulamentos do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), e de outras autoridades competentes. 

%d blogueiros gostam disto: