Notícias

Em Olinda, mão-de-obra de reeducandos ajuda na preservação da PE-15

Medida tem como propósito, também, a reinserção social

Publicado por: Redação da Secom, em: 04/09/18 às 17:56

Por: Marcílio Albuquerque

Teve início, nesta terça-feira (04.09), o trabalho de manutenção da Rodovia PE-15, um dos mais importantes corredores de circulação da Região Metropolitana, fruto da parceria entre a Prefeitura de Olinda e o Governo do Estado. O trabalho é desenvolvido por 35 reeducandos do sistema prisional, tendo como ponto de partida o trecho na altura do bairro da Cidade Tabajara. Além de deixar a via limpa, atendendo as demandas da população, a proposta busca reinserir os detentos na sociedade, gerando fonte de renda e melhorando a qualidade de vida.

A operação foi acompanhada de perto por pedestres e motoristas que aprovaram a iniciativa. Entre as ações estão a capinação das margens da pista, a desobstrução de canaletas e galerias, pintura de meio-fio e remoção de entulhos. A equipe recebeu o uniforme completo, devidamente identificado, além de equipamentos de proteção como luvas e botas. De acordo com o secretário de Infraestrutura de Olinda, Marconi Madruga, todo o serviço será monitorado. “Oferecemos a capacitação necessária, incluindo o treinamento para a operação com máquinas. Trata-se de uma proposta de baixo custo e bastante positiva, representando ganhos para todos”, ressaltou.

Reeducandos trabalham na preservação da PE -15. Foto: Arquimedes Santos / PMO

Os reeducandos receberão uma remuneração e cumprirão uma jornada de 40 horas semanais, atuando de terça-feira a sábado, no horário das 7h30 às 16h30. Eles terão uma hora de intervalo para o almoço e contarão com o vale para o transporte. A atuação segue até o mês de dezembro, podendo ser prorrogada. “O gerenciamento financeiro será feito pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, já a operação no dia-a-dia será coordenada pela gestão municipal”, acrescentou Madruga. O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, decidiu estabelecer o convênio com o Estado, no sentido de unir forças para oferecer condições adequadas aos olindenses e aos condutores que cruzam a cidade fazendo uso do corredor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: