Notícias

Estudantes de Olinda aprendem sobre energias renováveis

Atividade conta com a participação da Celpe

Publicado por: Redação da Secom, em: 19/08/19 às 12:49

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por Pattrícia Viviane

Desta segunda-feira (19) até sexta (23.08), os estudantes da Escola Municipal Alexandre Barbosa Lima (Caixa D’Água) receberão o Projeto Aulas de Energia, promovido pela Companhia Energética de Pernambuco – Celpe. Uma Unidade Móvel Educativa, que se transforma em sala de aula, vai oferecer atividades pedagógicas e palestras sobre energias renováveis, meio ambiente, eficiência energética e segurança para estudantes dos ensinos fundamental II e médio, e a professores da rede municipal.

A ação busca sensibilizar os estudantes e professores da rede municipal de ensino a promover mudanças de comportamento, através do uso consciente da energia elétrica.

Enquanto os estudantes participam da ação Aulas de energia,  simultaneamente, os moradores do bairro de Caixa D’Água podem aderir ao Projeto Vale Luz, que consiste na troca de lâmpadas fluorescentes e incandescentes por LED – com o limite de cinco lâmpadas por contrato. Para efetivar a troca, os pais e professores precisam ser clientes residenciais, apresentarem a conta de energia do mês anterior paga, não ter débitos com a Concessionária; apresentar cópia ou original do RG, CNH ou CTPS do titular da conta, não ter trocado lâmpadas em projetos da Concessionária nos último 6 anos (com limite máximo de 8 lâmpadas); entregar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou halógenas usadas (potência igual ou superior a 14W) (não podem estar quebradas).

Além dos estudantes da escola Municipal Alexandre Barbosa Lima, as unidades de ensino Metodista, Maria dos Prazeres, Monsenhor Viana e Vereador José Mendes, todas localizadas no bairro de Caixa D’Água também serão comtemplados com a ação. De acordo com o diretor da Escola Alexandre Barbosa Lima, Francisco de Oliveira, esta parceria que começou com a AVSI Brasil e a unidade de ensino será um sonho concretizado e um ganho muito importante para toda a comunidade escolar. “A educação é a ferramenta essencial para transformação da sociedade e essa ação nas escolas resultará em uma nova consciência para o uso responsável da energia”, frisou o educador. Ainda de acordo com o gestor, a média por dia é de 600 estudantes que assistirão à aula educativa, divididas em quatro turmas, na faixa etária de 6 a 14 anos.

O secretário de Educação de Olinda, Paulo Roberto Souza Silva, parabenizou o diretor Francisco de Oliveira pela iniciativa junto a AVSI BRASIL que traz este projeto da Celpe, e pretende comemorar e ampliar, em breve, este feito em prol do desenvolvimento de todos estudantes da rede municipal.

%d blogueiros gostam disto: