Notícias

Estudantes de Olinda participam de concurso de produção de vídeos digitais

Temas versam sobre água, lixo e bullying

Publicado por: Redação da Secom, em: 27/06/19 às 16:05

O propósito do programa é trabalhar a arte com estudantes do 4° e 5° ano – Foto: Sandro Barros / PMO

O mestre em Educação Matemática e Tecnológica, Sebastião Vieira, professor da Escola Margarida Alves – Base Rural, localizada em Ouro Preto, Olinda, criou o projeto: A Tecnologia a Serviço da Arte. O propósito do programa é trabalhar a arte com estudantes do 4° e 5° ano, através da produção de vídeos digitais, possibilitando o fortalecimento da interação entre docente/discente.

“Estamos realizando com o projeto um concurso de vídeos para trabalhar três temas: lixo, bullying e a água. Os estudantes criam roteiros e produzem vídeos de forma contextualizada com o objetivo de trabalhar a temática na prática”, explica o educador.

A importância é desenvolver no aluno o protagonismo em sala, a fim de promover uma reflexão sobre questões relevantes na sociedade para exercer a cidadania com responsabilidade.

Ao todo estão participando 40 alunos, e os vídeos são produzidos por celular ou câmera e devem ter entre três e seis minutos de duração. A seleção será realizada por uma comissão Julgadora, multidisciplinar, composta por representantes da Instituição escolar ou da comunidade local.

O concurso estudantil de vídeo digital teve início em abril e vai até o final de julho. Será premiado o melhor vídeo digital educativo.

%d blogueiros gostam disto: