Notícias

Exercícios físicos ajudam a melhorar qualidade de vida dos idosos em Olinda

A atividade física é oferecida pela Policlínica de Peixinhos e incentiva os idosos a manter o hábito de praticar exercícios regularmente

Publicado por: adminolinda, em: 18/08/11 às 13:34
Idosos praticam exercícios físicos em Peixinhos - Foto: Secretaria de Saúde de Olinda

Idosos praticam exercícios físicos em Peixinhos - Foto: Secretaria de Saúde de Olinda

Em Olinda o importante é envelhecer ativo e saudável. É com esse slogan que os profissionais de saúde da Policlínica de Peixinhos buscam os pacientes idosos para adquirirem o hábito de fazer exercícios físicos regularmente. As atividades acontecem às quartas-feiras de 8h às 9h, num espaço cedido pela Escola Municipal Norma Coelho, vizinha a Policlínica. Promovido pela Secretaria de Saúde de Olinda, através do Distrito Sanitário I, o projeto é fruto do trabalho da médica Liliane Cerqueira e da gerente da Policlínica Clarissa Santos.

Há aproximadamente seis meses, 60 idosos comparecem à escola para praticar o Tai Chi Chuan, ministrada pela instrutora Simone Simonek. O exercício é uma prática chinesa, e segundo Simone ajuda a melhorar a coordenação motora, a flexibilidade, a atenção e área cognitiva. “Os idosos vêm aqui, fazem amizades, trocam experiências e começam a se cuidar melhor”, disse.

Além da instrutora, os exercícios são acompanhados pela médica Liliane Cerqueira, que está sempre orientando e pronta para atender qualquer intercorrência. “A atividade física, além de estimular as funções vitais, permite o contato social, reduz a ansiedade e a depressão”, ela destacou ainda, que ajuda no tratamento e controle de doenças como hipertensão arterial, diabetes e a osteoporose.

Umas das freqüentadoras assíduas do projeto é a aposentada Severina Lima, 68. “A médica me indicou exercício, e eles me ajudaram a melhorar as dores que sentia nos braços e nas pernas. Gostei tanto do resultado que sempre trago outras pessoas”, disse entusiasmada.

Já a aposentada Leda Almeida, 59 conta que se sentia uma velha antes de participar do projeto, o exercício ajudou a levantar a auto-estima, além de cuidar da saúde. “Minha artrose melhorou muito, também não sinto mais dores na coluna, já consigo dormir melhor”, declarou.

%d blogueiros gostam disto: