Notícias

Festival de Coco traz Leci Brandão para Olinda

Shows que acontecem nas próximas quinta-feira (20) e sexta-feira (21), também incluem nomes como Valdi Afonjahh, Aurinha do Coco e Selma do Coco

Publicado por: Secretaria de Comunicação, em: 17/11/14 às 18:50

10433696_842857622401919_1805419185112236875_nEntrando no clima das tradições afro-brasileiras inseridas na cultura pernambucana e em alusão ao Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro, será iniciado a partir desta segunda-feira (17), o Festival Coco de Roda Zumbi Olinda. A programação, que envolve apresentações musicais, oficinas, mostra de audiovisual e outras ações, acontece em vários pontos da cidade, totalmente aberta ao público.  O Festival tem apoio da Prefeitura de Olinda.

As atividades de formação cultural, como oficina de cineclubista e de coco de roda, começam já no dia 17, no Centro Cultural Coco de Umbigada, localizado na Rua João de Lima, 42, no bairro do Guadalupe. Já o Seminário “Consciência Negra”, que será na quinta-feira (21), na Biblioteca Municipal de Olinda, abordará discussões sobre o Plano Setorial de Cultura Afro-Brasileira e também o I Encontro Nacional das Yalodês – Rede Nacional de Mulheres de Terreiros. O seminário conta com a participação de religiosos, pesquisadores e ativistas culturais de Pernambuco.

Vários shows acontecem na quinta-feira (20) e sexta-feira (21). Na quinta, o Festival começa com shows à partir das 20h, como do Coco do Amaro Branco, Aurinha do Coco, Selma do Coco, Valdi Afonjah, entre outros. Já na sexta, também à partir das 20h, o Largo de Guadalupe recebe Zé de Tete, Bongar, Coco de Umbigada e a carioca Leci Brandão.

Leci Brandão – é umas das mais importantes intérpretes de samba da música popular brasileira. Começou sua carreira no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Ao longo de sua carreira, gravou 20 álbuns e três compactos.

O Festival

Todo primeiro sábado do mês, a comunidade do Guadalupe se mobiliza em torno do Centro Cultural Coco de Umbigada, para produzir sua sambada. Crianças andam pra lá e pra cá, reúnem-se na calçada, divulgam via redes sociais. Jovens aprendizes de várias tecnologias, organizam os detalhes. Mas não é só o Coco de Umbigada que tem história nessa comunidade. O Guadalupe é o bairro onde vive há mais de 50 anos Selma do Coco. E é casa também de Aurinha do Coco. Duas expoentes do ritmo que já ganharam o mundo cantando esse ritmo alucinante e gostoso de dançar.

Shows

20 de novembro – quinta-feira
Largo do Guadalupe
20h – Coco do Amaro Branco
20h40 – Aurinha do Coco
21h20 – Mestre Zeca do Rolete
22h – Selma do Coco
23h – Valdi Afonjah
0h – Coco de Arcoverde

21 de novembro – sexta-feira
Largo do Guadalupe
20h – Zé de Teté
20h40 – Coco Panela de Barro
21h20 – Coco Popular de Aliança
22h – Bongar
23h – Coco de Umbigada
0h – Leci Brandão

Cortejo – Encontro de Afoxés

Na sexta-feira (21), haverá ainda um cortejo com o Afoxé Babá Orixalá Funfun, Afoxé Povo dos Ventos e Afoxé Omim Sabá. A concentração é às 17h, na Praça do Carmo.

Para mais informações, acessehttp://olindazumbi.wordpress.com e https://www.facebook.com/olindazumbi

%d blogueiros gostam disto: