Notícias

Gestantes de Olinda podem realizar pré-natal em Unidades de Atenção Básica e Policlínicas

Atendimento é considerado essencial

Publicado por: Marcilio Albuquerque, em: 10/06/20 às 15:43

A pandemia de Covid-19 tornou em evidência quais são os serviços essenciais e os não essenciais. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, as unidades que oferecem serviços de Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva são fundamentais.

Em Olinda, a Secretaria de Saúde, através da Gerência de Saúde da Mulher, mantém assistências às gestantes nas consultas de pré-natal de risco habitual (nas unidades de Atenção Básica) e pré-natal de Alto Risco (nas policlínicas).

“No município de Olinda foram adotadas algumas medidas de rotinas padrão para segurança das gestantes, como exemplo, o espaçamento entre as cadeiras na sala de espera como também os intervalos entre as consultas. Temos nove policlínicas que atendem pacientes”, disse a coordenadora da Saúde da Mulher, Criança e do Adolescente de Olinda, Raquel Braga.

Na pandemia se faz necessária uma atenção especial às mulheres em seu ciclo de gravidez, principalmente por ser um vírus devastador ao qual essa população faz parte do grupo de risco. Porém, os cuidados devem ser os mesmos que qualquer pessoa deve ter.

“A gestante é muito sensível, na gestação os hormônios estão em alta, bem como a imunidade. Independentemente do grupo de risco, os cuidados são os já falados: usar máscara, lavar sempre as mãos, evitar aglomerações, etc”, acrescentou o enfermeiro da rede de Olinda, Vagner Belmonte.

%d blogueiros gostam disto: