Notícias

Gestantes visitam a maternidade do Tricentenário

O objetivo é mostrar às grávidas a importância e possibilidade do parto natural e humanizado em Olinda

Publicado por: pedropaulo, em: 19/01/18 às 19:37

Por Júlio César Gomes

O programa Nascer Olinda iniciou nesta quinta (18.01) a série de visitações de gestantes à maternidade do Tricentenário, que visa promover um dos objetivos da rede cegonha que é a vinculação da gestante à maternidade do seu município de residência. O intuito é que as mulheres conheçam o ambiente antes do parto, tornando-o assim mais familiar e acolhedor.

As mamães tiveram a oportunidade de assistir uma palestra, realizada pelas equipes da secretaria de saúde de Olinda e da maternidade. A enfermeira Rosário Batalha e a assistente social Arlete Aguiar abordaram as orientações e cuidados durante o trabalho de parto, a permanência da mãe, bebê e acompanhante na maternidade, além de conhecer o ambiente que está requalificado e os equipamentos que facilitam o parto natural do centro obstétrico, alojamento conjunto e os setores que dão suporte à família nesse momento.

O Nascer Olinda tem como objetivo de intensificar as ações que ampliam o vínculo da gestante com a maternidade do município através da visitação e divulgação que é possível ter um parto de forma natural e humanizada no Sistema único de Saúde. “Queremos estimular essas gestantes a realizar o parto normal e mostrar como ele pode ser humanizado, já que dispomos de uma estrutura física e humana na maternidade do Tricentenário que nos possibilita isso. Assim como a gestante faz o seu pré-natal em Olinda também é possível ter seu bebê no seu município de residência”, destacou a gerente de Políticas Estratégicas da Secretaria de Saúde de Olinda, Roberta Magalhães.

Muitos estigmas sobre o parto precisam ser quebrados e é necessário abordar esse assunto e ampliar o olhar dessas gestantes. “Essas palestras são superimportantes, porque servem pra nos tranquilizar, demonstrando que o parto tem que ser de forma natural”, declarou a gestante Joseane Gama, de 31 anos.

A assistência e cuidados que são ofertados visam à segurança das gestantes, com o intuito de deixá-las com mais conhecimento  no momento do parto. “As grávidas e os bebês agora podem ser acompanhados mais de perto”, pontuou a acompanhante Joseane Barbosa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: