Notícias

Guardas Municipais participam de curso para operar armas não letais

Curso faz parte do processo de modernização da Segurança Urbana em Olinda e segue as normas da nova Política Nacional de Segurança

Publicado por: Secom, em: 20/08/15 às 17:14
Agentes da Guarda Municipal de Olinda participaram de curso realizado na UFPE. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Agentes da Guarda Municipal de Olinda participaram de curso realizado na UFPE. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Agentes da Guarda Municipal de Olinda e de outros municípios de Pernambuco estão participando de um curso para Operador de Tecnologia Não Letal. A atividade é promovida pela Secretaria de Segurança Urbana da Cidade Patrimônio em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco. Ao fim das aulas, os profissionais estarão aptos a trabalhar com a pistola elétrica Spark DSK 700 e os espargidores GL 108 E e G (spray de pimenta com espuma ou gel).

O curso faz parte da nova Política Nacional de Segurança que visa restringir o uso de armas letais substituindo-as, em alguns casos, pelas não letais. “Com aparelhos não letais, nós garantimos a integridade física do segurança e do infrator”, comentou o secretário executivo de Segurança Urbana de Olinda, Comandante Américo.

O curso acontece na UFPE e conta com a orientação da Superintendência de Segurança Institucional da Universidade. Trezentos guardas municipais de diversos municípios, como Paulista e Petrolina, participam das aulas. “Só de Olinda, temos 50 agentes”, diz o secretário executivo.

Para a Marin dos Caetés, a iniciativa é uma etapa do processo de modernização da sua guarda municipal. De acordo com o Comandante Américo, com as armas não letais, os agentes poderão ampliar a segurança em ações externas, proteção patrimonial e dos prédios onde funcionam órgãos da Prefeitura da Cidade. “Estamos ampliando o uso da tecnologia em nosso trabalho”, concluiu.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: