Notícias

Mais de 60% dos professores da Educação Infantil contam com especializações

Professores se reúnem em Seminário para a troca de experiências vividas em sala de aula em 2019

Publicado por: Marcos Oliveira, em: 04/12/19 às 14:06

Por Pattrícia Viviane 

Considerando o currículo como um programa de conteúdos de disciplinas a serem seguidos, a Secretaria Executiva de Programas e Políticas Educacionais realizou hoje (04.12), o VI Seminário de Troca de Experiências Dialogando com o Currículo da Educação Infantil, no auditório da Uninassau, Shopping Patteo.

Durante o Seminário, cerca de 300 professores da rede infantil (creche a pré-escola) estiveram reunidos para a troca de experiências vividas em sala de aula, em 2019, e que contribuíram cada vez mais, para a geração de um processo permanente de revisão das programações dos ciclos da Educação Infantil e do projeto curricular. Ao todo, foram 28 projetos escolhidos e avaliados pela rede de ensino de Olinda. Serão projetos apresentados formalmente e 14 apresentados em formato de Exposição com temas importantes como meio ambiente, literatura, cultura que passaram por sala de aula.

Na abertura do Seminário, os professores apreciaram a apresentação e desenvoltura da estudante Eline Gomes da Silva, 7 anos, da Escola Arte do Saber, Aguazinha, que recitou o poema “A Bailarina”, de Cecília Meireles. O evento também contou com a presença de outros municípios que trouxeram experiências exitosas em sala de aula com a educação infantil. Durante todo o dia, em um clima de descontração e leveza, as professoras poderão apreciar todos os outros temas que fizeram parte da gestão do professor Lupércio, em uma sala que estará ambientada em formato de cine infantil com direito até a pipoca.

Para a gestora da Divisão de Educação Infantil, Elisandra Carneiro, os diversos campos de experiências dos professores e extensão de um vasto currículo de cada um, fortalece a rede municipal. “Este Seminário atesta o reconhecimento da gestão a estes profissionais dedicados à educação infantil, cada um com sua realidade e que fazem os projetos acontecerem.” De acordo com Elisandra, a rede municipal de Olinda tem mais de 60% de seus professores da educação infantil com títulos que vão de doutorados, mestrados, pós-graduações a especializações diversas.

Na opinião da Secretária Executiva de Programas e Políticas Educacionais, Edilene Soares, “o momento de socialização onde um professor aprende com o outro é uma prática no governo do professor Lupércio de fortalecer e poder garantir estes momentos de estudos, formação promovendo uma educação de qualidade”. A gestora adverte que rede de Olinda tem um bom quantitativo de professores com boa formação, porém estes professores precisam a todo momento aprofundar a prática. “As formações autenticam, reforça os conhecimentos, valida as pesquisas e teorias de estudos no qual acreditamos e a gente enquanto rede e município, é isso que a Secretaria de Educação vem trabalhando, garantir e validar esses referenciais que os nossos professores já têm e colocá-los na sua prática e experiência diária, porque é lá que acontece de fato a aprendizagem da criança”.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: