Notícias

Olinda promove conscientização contra violência aos idosos

Movimento internacional é celebrado, nesta segunda-feira, despertando a sociedade quanto ao problema

Publicado por: Redação da Secom, em: 12/06/20 às 16:46

O Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado nesta segunda-feira (15.06), tem o objetivo de sensibilizar a sociedade quanto ao respeito à integridade física e mental de homens e mulheres, com idade igual ou superior a 60 anos. Em Olinda, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos vai promover um seminário virtual com o tema “Os Direitos da Pessoa Idosa e o Direito à Saúde”. O encontro remoto, a partir das 16h, será transmitido na página da Prefeitura no Facebook, e contará com a participação do médico infectologista Gabriel Serrano.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a violência contra a pessoa idosa consiste em ações ou omissões cometidas, prejudicando o lado emocional ou impedindo o seu desempenho do papel ativo e social. O Município de Olinda desenvolve trabalhos voltados a grupos de idosos, promovendo o distanciamento com possíveis agressores, além de um monitoramento de denúncias. A equipe técnica conta com formação multidisciplinar, dispondo de psicólogos, assistentes sociais e advogados.

“As políticas públicas de prevenção e combate à violência contra os idosos são fundamentais, garantindo direitos e o devido acolhimento. A conscientização também deve ser instaurada em cada cidadão, promovendo a qualidade de vida dos idosos no seio familiar”, destaca a secretária-executiva da Mulher e Direitos Humanos de Olinda, Verônica Brayner. A cidade também conta com um Conselho da Pessoa Idosa, que atua em todos os pontos do território. Atualmente, oito instituições de longa permanência estão instaladas no município e o quantitativo de 186 idosos institucionalizados.

Conheça alguns dos principais tipos de violência:

• Física: é todo ato violento com uso da força física de forma intencional, não acidental, praticada com o objetivo de ferir ou lesar uma pessoa, deixando ou não marcas evidentes em seu corpo e, muitas vezes, provocando a morte. Manifesta-se, de maneira geral, mediante empurrões, beliscões, tapas, socos ou com o uso de armas.
• Negligência/abandono: negligência é a omissão por familiares ou instituições responsáveis pelos cuidados básicos para o desenvolvimento físico, emocional e social do idoso, tais como privação de medicamentos, descuido com a higiene e saúde, ausência de proteção contra o frio e o calor. O abandono é uma forma extrema de negligência.
• Sexual: é qualquer ação na qual uma pessoa, fazendo uso de poder, força física, coerção, intimidação ou influência psicológica, obriga outra pessoa, de qualquer sexo, a ter, presenciar ou participar, de alguma maneira, de interações sexuais contra a sua vontade.
• Econômico-financeira e patrimonial: consiste no usufruto impróprio ou ilegal dos bens dos idosos, e no uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais.
• Psicológica: corresponde a qualquer forma de menosprezo, desprezo, preconceito e discriminação, incluindo agressões verbais ou gestuais, com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar a pessoa idosa do convívio social. Podem resultar em tristeza, isolamento, solidão, sofrimento mental e depressão.

Como denunciar
As denúncias para casos de violência contra idosos podem ser realizadas por meio do canal nacional Disque 100. Em Olinda, o serviço também é oferecido municipalmente, com atendimento pelo whatsapp (81) 99237.8374 e por meio do telefone (81) 3429.6777. Também é possível ter atendimento através da internet, pelo e-mail: atendimentopessoaidosaolinda@gmail.com. As informações são mantidas em sigilo, preservando o anonimato.

%d blogueiros gostam disto: