Notícias

Palácio de Iemanjá, de Pai Edu, tem pedido de registro como Patrimônio Imaterial

O documento foi assinado pelo prefeito Renildo Calheiros, na manhã da última quinta-feira (12) e entregue ao Conselho de Preservação dos Sítios Históricos de Olinda

Publicado por: Secom, em: 18/03/15 às 15:54
O local foi criado por Pai Edu, um dos mais conhecidos sacerdotes de candomblé do Brasil. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

O local foi criado por Pai Edu, um dos mais conhecidos sacerdotes de candomblé do Brasil. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

Na última quinta-feira (12), dentro das comemorações dos 480 anos da cidade, o prefeito Renildo Calheiros, assinou e entregou ao Conselho de Preservação dos Sítios Históricos de Olinda, o pedido de registro do Palácio de Iemanjá como Patrimônio Imaterial da cidade. A solenidade foi realizada no Terreiro de Candomblé criado por Pai Edu, localizado no Alto da Sé.

O pedido de registro oficial do local constitui um respeito à casa religiosa, com o objetivo preservar a história das culturas de matriz afro-indígenas.

“Olinda é essa cidade fantástica, culturalmente muito rica. Com uma história também muito rica. Isso aqui é a expressão da nossa cultura e da nossa pluralidade religiosa, que corresponde à formação do que é hoje, o povo brasileiro. E precisa não só ser preservado, como desenvolvido”, disse o prefeito Renildo Calheiros.

O local foi criado por Pai Edu, um dos mais conhecidos sacerdotes de candomblé do Brasil. Falecido em 2011, Eduin Barbosa da Silva recebeu no terreiro personalidades como Miguel Arraes, Gilberto Freyre, Clara Nunes e Chico Anísio.

“Essa ação é muito importante, uma vez que reconhece um terreiro de candomblé, como Patrimônio Imaterial de Olinda. Até então, isso nunca havia acontecido em Pernambuco. Em Estados como Bahia e Maranhão, isso já era uma realidade. Olinda deu esse passo à frente. Muitos dos rituais que acontecem no Brasil, não existem mais na África. Então somos um elo de religação com o passado e com o povo africano”, lembrou Tiago Nagô, membro do Palácio de Iemanjá.

Veja mais

%d blogueiros gostam disto: