Notícias

Pastoris ganham mais espaço na Cidade Patrimônio

Iniciativa da Prefeitura de Olinda fortalece a manifestação folclórica

Publicado por: Secom, em: 23/12/09 às 13:19
Abertura da Programação do Natal 2009

Pastoril na abertura da Programação do Natal 2009 - Foto: Passarinho/Pref.Olinda

Dar ênfase a pastoris em vários eventos na Cidade Patrimônio com o intuito de fortalecer e agregar essa antiga manifestação popular na população olindense. Com essa proposta, a Prefeitura Municipal de Olinda decidiu tornar política pública a introdução e divulgação deste folguedo de origem medieval nos autos natalinos e em outros eventos da cidade.

A partir deste natal, freqüentadores dos festejos de final de ano, que embelezam e animam a cidade todos os anos, poderão conhecer melhor e apreciar o pastoril. Ainda neste ano, do último sábado (19) até a próxima sexta-feira (25), 11 grupos de pastoris vão passar pelo palco montado na Praça do Carmo, entre eles o Boas Novas, Estrelinhas do V8, Velho Dengoso, Estrela de Belém, Velho Mangaba, Santa Anna e Velho Xaveco, além de outras manifestações relacionadas, como Presépio, Cavalos Marinhos e Reizado, entre outros.

De origem européia, o pastoril tem origem nos autos natalinos, do século XIII, onde se encenava o nascimento de Jesus, com bailados e cantos especiais, evocando a cena da natividade. Com o correr do tempo, os autos baseados na temática natalina se separaram em duas direções, o Presépio ou Lapinha e os Pastoris. Em Pernambuco, o primeiro Presépio surgiu nos fins do século XVI, em cerimônia realizada no Convento de São Francisco, em Olinda.

%d blogueiros gostam disto: