Notícias

Política de gênero ganha reforço do Conselho Provisório dos Direitos da Mulher de Olinda

Coordenadoria da Mulher de Olinda recebeu diversos representantes do segmento para a solenidade de posse

Publicado por: Secom, em: 24/02/11 às 16:32
Conselho Provisório tomou posse no último dia 17 e terá validade por 120 dias. Foto: Ádria de Souza/Pref. Olinda

Conselho Provisório tomou posse no último dia 17 e terá validade por 120 dias. Foto: Ádria de Souza/Pref. Olinda

Após um ano e quatro meses em discussão, foi empossado no último dia 17 o Conselho Provisório Municipal dos Direitos da Mulher de Olinda. A solenidade aconteceu no pátio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, em Bairro Novo, e contou com os representantes dos segmentos da luta pelas políticas públicas afirmativas para as mulheres.

Estavam presentes compondo a mesa do ato de posse: Marluce Ferreira dos Santos, do Departamento Policial da Mulher (DPMUL), a secretária de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos de Olinda, Conceição Costa, a coordenadora da Coordenadoria da Mulher de Olinda, Eliane Cavalcanti, a gerente de fortalecimento sociopolítico da Secretaria Estadual da Mulher de Pernambuco, Fábia Lopes, o secretário interino de Direitos Humanos e Comandante da Guarda Municipal de Olinda, Américo Machado, e o vereador Marcelo Santa Cruz, representando o Conselho Estadual de Direitos Humanos (foto).

O Conselho é uma confirmação imediata do Plano Nacional de Política Para as Mulheres, reforça Eliane Cavalcanti. O Conselho provisório terá validade de 120 dias e, em seguida, haverá a composição permanente. “O Conselho é um espaço de controle social, monitoramento e proposição das políticas para as mulheres”, afirma a representante da Coordenadoria das Mulheres. Cavalcanti frisou ainda que a proposição das políticas não deve ser uma ação demandada apenas pelo governo federal, os representantes dos segmentos municipais, estaduais, da sociedade civil organizada e das organizações não governamentais tem papel fundamental neste processo.

Coordenadoria da Mulher – É neste sentido que existe a Coordenadoria da Mulher de Olinda, estruturada desde 2001 e alocada na Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos. O trabalho da Coordenadoria esteve voltado nos últimos meses para ação de fortalecimento da economia familiar e autonomia financeira da mulher, executada com cursos de empreendedorismo, panificação e confeitaria.

O curso Mulher e Empreendedorismo, em atividade no momento, é uma ação do SEBRAE, BPW e Secretaria Estadual de Política para as Mulheres. A Coordenadoria atuou na divulgação pelos bairros de Olinda e articulação do espaço de funcionamento. Cerca de 35 mulheres de Olinda participam do curso, que teve início em janeiro e se encerra no próximo dia 25. O curso é composto de três módulos: gênero, empreendedorismo e inclusão digital. As aulas acontecem na Faculdade de Olinda (FOCCA) e na Biblioteca de Olinda.

Na seqüência, a Coordenadoria realizou a seleção e divulgação do curso de Panificação e Confeitaria, que começou no último dia 15 e segue até 15 de abril. Já este é uma ação do SENAI, em parceria com a Secretaria Estadual de Política para as Mulheres e a Coordenadoria da Mulher de Olinda. Foram selecionadas 34 mulheres que preenchiam os seguintes requisitos: moradoras de Olinda em área de vulnerabilidade social, maior de 18 anos, com o ensino fundamental completo e desempregada.

No momento, a Coordenadoria se prepara para ações de combate a violência contra a mulher durante o período de carnaval. Em Olinda, haverá uma ouvidoria instalada na Casa da Cidadania, que funcionará junto à Delegacia da Mulher, na Avenida Sigismundo Gonçalves, no Carmo. Além disto, 20 mulheres estarão espalhadas pelos principais focos da folia distribuindo camisinha e material informativo de orientação aos direitos humanos. Outro ponto de apoio será a Tenda da Cidadania, no Pátio do Carmo.

Membros do Conselho Provisório Municipal dos Direitos da Mulher de Olinda:

Poder Público Municipal

1. Eliane de Araújo (Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos), suplente Rosimere Cordeiro dos Santos (Secretaria de Educação)

2.  Inês de Moura Tenório (Secretaria de Saúde), suplente Ruth Freitas Torres (Secretaria de Turismo)

3. Marlene Maria da Silva (Orçamento Participativo), suplente Patrícia da Silva Lima (Gabinete Vice-Prefeito)

4. Edivane Ezequiel Santos Araújo (SOSP), suplente Magaly Andréa Alexandre (Orçamento Participativo)

5. Rozália Bernardo Silva (Secretaria de Educação), suplente Egline Galdino (Secretaria de Educação)

Servidoras Municipais

1. Tereza Cristina Santiago (Secretaria de Saúde), suplente Givson Silva Tenório (Secretaria de Educação)

2. Edjane Menezes da Silva (Guarda Municipal), suplente Marta José Silva de Lima (Secretaria de Educação)

3. Magaly Batalha Veríssimo (Secretaria de Educação), suplente Joana Paula Duarte Higino Silva (Secretaria de Educação)

4. Roseane Bernardo Ribeiro (Secretaria de Educação), suplente Lilian Luiza dos Santos (Secretaria de Educação)

5. Atená Eunice Kitsos (Secretaria de Educação), suplente Rozenaide Moreira dos Santos (Secretaria de Educação)

Sociedade Civil Organizada

1. Jaqueline Correia Araújo (UBM), suplente Cristiane Gomes de Lira (OLPM)

2. Josefina Martins Lopes (Cb. Mães), suplente Maria do Monte (GAMB)

3. Telma Maria da Silva (V. Mulheres Pedreiras), suplente Suely Melo da Rocha (AMAP)

4. Jane Maria Alexandre (Caran), suplente Elenilda Martins Ferreira (GSCCG)

5. Joanna Alves da Silva (Juventude Feminista), suplente Eleonora Lima Nascimento (Ins. Lua CI)

Regiões Político-Administrativas (RPAs)

1. Andrea Maria do Nascimento, suplente Denivane Fernanda Soares

2. Rosicleide Pinheiro, suplente Maria das Mercês Guedes

3. Josidete Barbosa, suplente Josinalda Silva Santana

4. Anna Paula Dantas, suplente Carla Marquês da Silva

5. Joanna de Angelis Bastos, suplente Maria do Rosário Mendonça

%d blogueiros gostam disto: